“Ele ficou brabim, mas não tenho medo de homem”. Carlim diz ter sido ameaçado após denunciar Psiu por fazer politicagem com cestas básicas.

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+carlim-da-dengue10Na sessão da Câmara do último dia 10 de fevereiro, o presidente da casa, o vereador Carlim da Dengue (PROS), fez uma grave acusação contra o ex-vereador Paulo Roberto Valle, o Psiu.

Sem velar nome, como vinha fazendo anteriormente, Carlim denunciou um fato que também foi abordado pelo SiteBarra há alguns dias. Psiu estaria se aproveitando do fato de sua esposa ser Secretária de Ação Social para fazer policagem também com cestas básicas.

Leia Também:

BSF: Mesmo com o estoque cheio, moradores afetados pelas enchentes reclamam que ainda não receberam cestas básicas

Nas suas falas Carlim disse que os alimentos doados estavam até estragando, mas se a pessoa chegasse até o Cibrazem com um bilhetinho de Psiu, as cestas eram liberadas.

PsiuEsse mesmo tipo de sistema já é usado por Psiu e Edinho, desde o início do ano passado, quanto a consultas e exames, o que na sessão do dia 17 de fevereiro foi abordada por Carlim, ao dizer que foi ameaçado por Paulo Roberto Valle após citar seu nome na denúncia feita relacionada a cestas básicas.

 Carlim citou desta vez o sistema de bilhetinho dados para as consultas, dizendo que em alguns casos, de 20 consultas disponíveis para os médicos, 16 estão “reservadas” para os bilhetinhos de Psiu.

Sobre a ameaça que disse ter sofrido, o presidente da Câmara disse que desde que fez a denúncia das cestas básicas, inclusive desafiando Psiu a processá-lo se fosse macho, vem recebendo recados do mesmo o ameaçando.

Veja na íntegra o comentário de Carlim da Dengue:

“Eu fiz um comentário na Sessão Passada do Sr. Paulo Roberto Valle, conhecido como Psiu, ele ficou “brabim”, ficou brabim mas mesmo, mandou um monte de recado pra mim, mas eu falei que não tenho medo de homem. É uma vergonha, a médica ter 20 consultas e ele ter 16 para dar bilhetinho, aí eu vou falar um negócio desse aqui e ele fica bravo.”