Mesmo após promessa, situação do Conselho Tutelar é ignorada e paralisação continua

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+conselho0Os membros do Conselho Tutelar de Barra de São Francisco, que estão em paralisação desde a última segunda-feira, 30 de setembro de 2013, reivindicando aumento de salário, dentre outros benefícios garantidos por lei, mesmo enviando ofícios para Câmara Municipal, Secretaria de Ação Social e poder executivo, até o momento não obtiveram uma resposta satisfatória.

Defasado, o salário dos conselheiros hoje tem o valor líquido absurdo de cerca de R$640 reais. Na ocasião da posse do conselho, o prefeito Luciano Pereira (DEM), disse que após o mês de Julho apresentaria uma proposta de aumento na remuneração, o que não aconteceu.

SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+CAM005460Após o anúncio da paralisação, a única reposta ouvida segundo as conselheiras, foi a do CMDCA( Conselho Municipal de Direito da Criança e do Adolescente),  que classificou o ato como irregular e orientou que voltassem ao atendimento normal.

Baseado no artigo 25 da Lei 142/91, o salário dos Conselheiros hoje, deveria equiparar com o de um cargo de comissionado de referência C4, o que poderia se aproximar ao de um Sub-Secretário Municipal , que ganha um pouco mais de R$ 2mil.

Os conselheiros estão cumprindo a carga horária determinada, mas apenas os casos de extrema urgência estão sendo atendidos.

O juiz ainda não se manisfestou sobre a legalidade da paralisação.