Fuga de Mateusão completa um mês e polícia continua sem informações sobre seu paradeiro

   mateusao___726f82788c (1)O desaparecimento do ex-prefeito de Pedro Canário e Conceição da Barra Mateusão Vasconcelos, completou um mês nesta segunda-feira (30). No último dia 30 de agosto, ele fugiu da Penitenciária Regional de Linhares, onde cumpria pena por fraudes fiscais e recebimento de verbas irregulares. Mesmo após 30 dias do desaparecimento, a polícia disse que segue sem informações sobre o seu paradeiro. Mateusão foi preso no dia 26 de junho no município de São Mateus, após ser condenado de maneira definitiva pela Justiça Federal por fraude de fiscalização tributária. Segundo as investigações, ele causou um prejuízo de mais de R$ 640 mil aos cofres públicos, entre 1997 e 2001, segundo o órgão. Além da prisão, o ex-prefeito foi condenado a pagar 150 dias-multa no valor unitário de cinco salários mínimos.

Ao cumprir o regime semi-aberto, Mateusão tinha o direito de sair da cadeia diariamente para trabalhar em uma empresa privada da cidade. No dia do desaparecimento, contudo, ele saiu às 6h30 da manhã, mas não chegou ao trabalho.

Segundo o delegado superintendente de polícia do interior, Danilo Bahienese, os trabalhos de buscas continuam. “Ainda não conseguimos encontrá-lo. Realizamos buscas pelo interior, mas não obtivemos êxito na operação. Mas nosso trabalho irá continuar até que ele seja encontrado”, salientou o delegado.

Para chegar até o ex-prefeito, a polícia conta com o apoio da população, através do Disque Denúncia 181. “É muito importante que a população informe caso saiba de alguma informação que possa nos ajudar. Quando há colaboração. Quanto maior for o esforço, mais rápido chegaremos até ele”, destacou o delegado.

Fonte: G1