Trabalhador diz que foi sequestrado e obrigado a ingerir bebida alcoólica em Barra de São Francisco

delegacia-181x300Compareceu na noite desta quinta-feira, 09 de maio de 2013, na delegacia de polícia de Barra de São Francisco, o vigia de uma pedreira de Itaperuninha, interior do município francisquense, João Lourenço dos Santos, 48 anos, e informou que foi sequestrado por duas pessoas desconhecidas que estavam em um carro gol de cor preta por volta das 14 horas de quarta-feira (08), próximo da Casa do Cloro no Bairro Irmãos Fernandes e só o libertaram nesta quinta-feira (09), por volta das 18h40min.

De início não se acreditava muito no vigia que estava com sintomas de ter ingerido bebida alcoólica, porém narrando os mínimos detalhes ele explicou toda a situação:

Foto: Admilson Brum

“Vim em Barra de São Francisco para receber meu salário e retirei do banco a quantia de  R$800 reais e quando eu estava passando próximo da Casa do Cloro fui abordado por duas pessoas desconhecidas que me colocaram em um carro gol de cor preta, me levaram para uma localidade que não sei prescrever, tomaram meu dinheiro e davam murros em minha cabeça dizendo que queriam R$ 15 mil reais para me libertar, eu disse que não tinha mais dinheiro e que aquele que eles haviam pegado era o dinheiro do vencimento do meu trabalho, os dois homens que estavam encapuzados começaram então a me forçar a ingerir bebida alcoólica e em seguida me soltaram próximo da Secadeira, vim até Barra de São Francisco de carona e fui orientado para comparecer aqui na delegacia de Polícia”. Informou José Lourenço.

O Boletim de Ocorrência foi confeccionado e o delegado plantonista Vinicius Venturini fez o despacho e colheu o depoimento da vítima para que o delegado Juliano Batista possa dar sequência nas investigações dos fatos narrados pelo vigia e desvendar o que realmente ocorreu.

11º Batalhão recupera moto furtada em Pancas que estava na Vila Luciene

Desde ás 04 horas da manhã desta quinta-feira (09), integrantes do Grupo de Apoio Operacional (G.A.O) do 11º Batalhão da Polícia Militar de Barra de São Francisco estiveram prestando serviços para a corporação e além de participarem da“Operação PC 27″no cumprimento de vários mandados judiciais de buscas, apreensões e prisões, ainda por volta das 20h30min,estiveram presentes no combate ao tráfico de entorpecentes na Vila Luciene e recuperaram uma moto que havia sido furtada no dia 29 de abril de 2013 de propriedade de Ângelo Cofler no município de Pancas.

Assim que o veículo foi furtado, o proprietário entrou em contato com a imprensa e passou as informações que se tratava de uma moto CG Titan 125, placa MQK – 0875, de cor azul escuro.

Após as informações passadas nossa equipe de reportagem ficou atenta a todas as informações e durante esta quinta-feira, 09 de maio de 2013, integrantes do Grupo de Apoio Operacional ao fazer uma abordagem na Vila Luciene deparam com a referida moto que estava sem placa e ao pedir a documentação da mesma, obtiveram a informação que o veículo não tinha documento e ao verificar no sistema, utilizando o número do chassi ficou comprovado que se tratava da moto de propriedade de Ângelo Cofler.

Além de localizar o veículo furtado, o Grupo de Apoio Operacional que tem prestado um excelente serviço para a população francisquense e região ainda deteve duas pessoas e apreenderam 181 pedras de crack, 08 buchas de maconha, uma garrucha calibre 32, 04 munições calibre 32 intactas.

A população de Barra de São Francisco parabeniza os integrantes do GAO que muito tem contribuído para diminuir a criminalidade na região e representando com muita responsabilidade a corporação do 11º Batalhão.