Crianças se ferem com seringa achada a caminho de escola

Treze crianças, com idades entre 9 e 13 anos, ficaram feridas após se espetarem com uma seringa encontrada em um beco, em Pancas, na última quarta-feira 10/04. Segundo a polícia, o objeto foi encontrado por três crianças que brincaram entre si e, em seguida, espetaram outros dez colegas a caminho do colégio. A pedagoga da escola informou que acionou o Conselho Tutelar e encaminhou as vítimas ao Hospital Silvio Avidos, em Colatina.

As crianças espetadas  passaram a noite no hospital Silvio Avidos, realizaram exames toxicológicos, mas nada foi constatado, segundo informou a equipe médica. Liberadas, as vítimas devem repetir os exames na próxima semana.

A secretaria de educação do município disse que vai investigar se outras crianças foram furadas e uma sindicância vai ser aberta para apurar a hipótese de negligência dos professores.ambulancia_seringa

De acordo com a Polícia Militar, três crianças voltavam para a escola municipal Oraide Gomes de Miranda, após assistirem a jogos estudantis, em um ginásio de Pancas, quando encontraram uma seringa em um beco. “A gente estava passando, saindo do banheiro, e as meninas furaram a gente com a agulha. Eu não senti nada, mas minha colega sentiu”, contou uma das meninas feridas.

Pais dos envolvidos reclamaram da demora que foram informados do ocorrido e temem as consequências da longa espera. “Espero que tomem providências e que a escola vigias. Onde o vigia estava, que demorou tanto para chamar os pais?”, questionou a mãe de uma das alunas, Elaine de Souza.