Loja Dadalto pega fogo em Shopping de Aracruz

Mais um incêndio em um estabelecimento comercial foi registrado pelo Corpo de Bombeiros em menos de 48 horas no Norte do Estado. Depois do Hiper Casagrande, em Linhares, que teve o depósito incendiado na manhã de sábado, a loja Dadalto do Shopping Oriundi, no bairro Segatto, em Aracruz, pegou fogo na madrugada desta segunda-feira (11).

Os bombeiros do município foram acionados às 4h40 e cinco viaturas se dirigiram ao local. Duas equipes dos bombeiros de Linhares também colaboraram com os trabalhos. De acordo com o Capitão Sossai, do Corpo de Bombeiros de Aracruz, as chamas foram controladas em menos de uma hora.

SiteBarra_Barra_de_Sao_Francisco_e81_incendioaracruz-843261-513dca8f1f3950

Segundo informações, o incêndio começou em um dos escritórios que fica nos fundos da loja Dadalto e as chamas se espalharam rapidamente. A parte da loja não foi atingida, mas o depósito onde ficava todo o estoque foi destruído. O empresário Aderjânio Pedroni, proprietário do shopping, informou que no local havia muito brinquedo, eletrodomésticos e produtos inflamáveis.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros da Serra, na Grande Vitória, também foi mobilizada para controlar o incêndio. A operação ainda contou com a colaboração de empresas particulares de Aracruz, que enviaram brigadas de incêndio, caminhões-pipa e um guindaste.

Uma das pistas da Avenida Florestal foi interditada pela Polícia Militar. O trânsito ficou lento no trecho durante boa parte da manhã. Por segurança, a rede de energia elétrica também foi desligada.

Ainda não se sabe o que provocou o fogo. Na manhã desta segunda-feira, os bombeiros realizam o trabalho de rescaldo para eliminar pequenos focos de incêndio e ainda hoje será realizada a perícia no local. A loja Dadalto foi interditada. Já o shopping foi fechado pela manhã e deverá voltar a funcionar quando não houver nenhum risco.

A Dadalto informou que aguarda a investigação do Corpo de Bombeiros, que deverá revelar a causa do incêndio. Disse ainda que espera a autorização para retomar as atividades. Falou também que não houve feridos e que a empresa possuía seguro da mercadoria.

(Com informações da TV Gazeta Norte)