Presidente do ônibus de Colatina se manifesta sobre as paradas

A decisão da prefeitura de cortar as paradas nos ônibus de Nova Venécia tem repercutindo muito entre os universitários. No Facebook o assunto divide opiniões.

Veja também: Prefeitura ameaça cortar verba dos estudantes de Nova Venécia e causa revolta.

A prefeitura resolveu intervir na situação depois que foram feitas denúncias de consumo de bebidas alcoólicas e ameaçou inclusive cortar a ajuda financeira que dá aos estudantes.

A notícia repercute também entre os universitários de Colatina que alegam que não precisam ser repreendidos pela prefeitura por que aboliram as paradas em 2011.

Veja aqui: Em reunião tumultuada com universitários prefeitura proíbe parada.

O SiteBarra conversou com o presidente da associação de estudantes de Colatina, o estudante de Ciências Contábeis, Eli Veríssimo de Alcântara que explicou a situação: “ Quando vimos que o pessoal da prefeitura não estava gostando resolvemos banir a parada antes que eles conversassem conosco. Em 2012 não teve nenhuma parada. Existe um tempo de 7 minutos que paramos na ida, em São Domingos, para que as pessoas que trabalham possam comprar alguma coisa para comer antes de chegar na faculdade, agora para churrascaria e bar não paramos. Nosso ônibus nunca teve problema com bebida.” Enfatizou.

Entre os universitários de Nova Venécia o assunto continua rendendo há quem diga que a decisão da prefeitura foi arbitrária, outros concordam com a decisão tomada pelo executivo municipal e há aqueles que preferem não se envolver na questão.

Veja: Univenhaorar. Conheça a história do grupo de oração na Univen.