Cada vez mais líder, Real Noroeste vence o Colatina

Ninguém segura o Real Noroeste. Cada vez mais líder do Capixabão, o time bateu o Colatina por 2 a 1 no Estádio José Olímpio da Rocha, na noite desta quarta-feira, manteve os 100% e mostrou de vez que é o time a ser batido no futebol capixaba em 2012.

O time chegou aos nove pontos, em três rodadas, vencendo com gols de Pedrinho e Rivelino. O Colatina descontou com Bruno, também na primeira etapa. O Colá segue com um ponto, na lanterna da competição.

Na próxima rodada o Real Noroeste encara o Linhares, no sábado, dia 4, às 16 horas, no Estádio Joaquim Calmon, fora de casa. Já o Colatina pega o Vitória no sábado, dia 4, no Estádio Justiniano de Mello e Silva, às 18 horas.

Real faz dois, Colatina diminui

Dono da melhor campanha no Capixabão, os merengues não queriam dar sopa para o azar jogando dentro de casa. Acuado, o Colatina pouco passava do meio-campo e o gol parecia questão de tempo no Estádio José Olímpio da Rocha.

O Real Noroeste não demorou a marcar. Aos 16 minutos, Rivelino cruzou, Pedrinho recebeu na meia-lua e bateu bonito, no canto direito do goleiro do Colatina, fazendo 1 a 0 para o Real Noroeste e levando a torcida em Águia Branca ao delírio.

Quatro minutos depois os merengues quase chegaram ao segundo gol, matendo a pressão em cima do Colá e fazendo Laílson trabalhar. Mas desta vez Rivelino não colocou ninguém na cara do gol. Ele mesmo bateu de fora da área e fez o goleiro da Princesinha do Norte operar um milagre.

Craque do primeiro tempo, Rivelino resolveu deixar o seu ainda na primeira etapa, coroando a boa atuação. O zagueiro Carlinhos falhou, e a bola sobrou para o jogador, que bateu na saída de Laílson: 2 a 0.

O Colatina reagiu aos 32 minutos. Conhecendo a segunda derrota no Estadual, o time avançou a marcação e foi coroado. Bruno recebeu passe de calcanhar de Marquinhos, girou em cima da marcação e bateu: 2 a 1.

O Real não diminuiu seu ímpeto com o gol do Colatina, e cinco minutos depois acertou a trave de Laílson em um chute perigoso do meia Pedrinho, que já havia deixado sua marca no primeiro gol do jogo. Antes do final da primeira etapa Marquinhos saiu machucado para a entrada de Oliveira no Colatina. O jogador torceu o joelho e deixou o gramado do José Olímpio da Rocha chorando.

Segundo tempo sem gols

O Colatina voltou para o segundo tempo com outro Oliveira. Além do que entrou na primeira etapa, o técnico Gurubi sacou Wanderlei para a entrada de Oliveira no meio-campo. Aos 13 minutos Badinho se livrou dos marcadores e achou Oliveira Paulista, que cabeceou tirando tinta da trave de Marcão, que só observou e torceu.

Melhor jogador do Colatina em campo, Bruno deu passe de primeira para Badinho. O atacante ex-São Mateus demorou para chutar e acabou desarmado por Danilo Freire, que saiu jogando para o Real Noroeste. Aos 30 minutos, uma jogada de craque. Diego deu um lençol em Kennio e bateu para o gol. A zaga do Colatina colocou para escanteio. Mas valeu o ingresso no José Olímpio da Rocha.

O Real segurou o jogo no meio-campo e passou a administrar o resultado. O Colatina não teve forças para buscar o empate e conheceu mais uma derrota no Capixabão. O Real Noroeste é mais líder do que nunca.

Real Noroeste 2 X 1 Colatina

Capixabão 2012

Estádio José Olímpio da Rocha

Marcão; Fernandinho, Riso Surubin, Danilo e Tiago (Casagrande); Diego, Abmaél; Cristian e Pedrinho; Rivelino e Washington (Dos Santos)Laílson; Kennio, Carlinhos (Willian), Polaco e Fabrício; Fernandinho, Vanderlei (Oliveira Paulista), Juninho e Marquinhos (Oliveira); Bruno e Badinho.Técnico: Eleomar PereiraTécnico: Gurubi

Gols: Pedrinho aos 16, Rivelino aos 28 e Bruno aos 33 minutos do 1º tempo

Árbitro: Geanderson Godoi