ADN: professores ganham na justiça direito de receber dinheiro

Graças a uma ação judicial movida pelo Sindinorte – Sindicato dos Servidores Públicos de Água Doce do Norte, a Justiça condenou a Prefeitura Municipal do município a pagar aos professores da rede Pública Municipal, a diferença de férias, retroagindo seus efeitos a janeiro de 2006.

Os professores nem sabiam que tinham direito a receber essa diferença, mas o Sindinorte fez um levantamento e constatou que a Prefeitura de Água Doce do Norte estava lesando os Professores e moveu uma ação judicial contra a mesma. “Nós somos representantes da categoria e simplesmente estamos fazendo o nosso papel. Se o Prefeito Abraão Lincon (PMDB) reconhecer que foi injusto com os professores, deixa de recorrer e paga o mais rápido possível”, declarou o presidente Vandeir Lemos (Foto).

Entenda o assunto

Os professores têm direito a 45 dias de férias no decorrer de cada ano, mas o Prefeito Abraão só pagava 1/3 (um terço) de férias sobre 30 dias e não sobre 45 dias, conforme determina a legislação. Diante da arbitrariedade cometida pelo Prefeito, a Justiça condenou o Município a pagar o montante devido, com juros e correções, desde janeiro de 2006. “Ainda bem que tem o Sindinorte para brigar pelos nossos direitos”, falou uma professora que preferiu não se identificar.