Falso oftalmologista é detido dentro do consultório em Vila Pavão

Um falso médico oftalmologista, de 52 anos, foi preso em flagrante na manhã desta quarta-feira (23) dentro do consultório, anexo a uma ótica, no centro da cidade de Vila Pavão, Noroeste do Estado. Ele é acusado de fazer exames em pacientes na região das cidades de Vila Pavão e Nova Venécia.

De acordo com a Polícia Militar, o falso médico foi preso após denúncias da população de que havia um homem que exercia, sem licença, a função de oftalmologista na região. Ele realizava consultas, receitava lentes e óculos a vários pacientes nos municípios de Nova Venécia e Vila Pavão, segundo a PM.

No cômodo usado como consultório, a PM encontrou aparelhos usados nos exames, como um lensômetro, auto-refrator, oftalmoscópio, entre outros equipamentos utilizados pelos médicos especialistas em olhos. O falso médico foi encaminhado à Delegacia de Polícia (DP) de Nova Venécia, junto com receituários e fichas médicas de pacientes.

De acordo com o titular da DP de Nova Venécia, o delegado Vitor Andrade, o suspeito alegou que se apresentava à população como optometrista – profissional não-médico especialista em visão. “Ele foi autuado em flagrante pelo crime de exercício ilegal da medicina, pelo qual a pena pode chegar a dois anos de prisão. Mas ele assinou um termo circunstanciado e vai responder em liberdade”, afirma.

R$ 50 por consulta realizada

No início do mês de outubro, o falso médico já havia sido denunciado por ter consultado cerca de 40 pessoas em um sindicato no distrito de Cedrolândia, zona rural de Nova Venécia. Segundo a PM, ele cobrava R$ 50 por pessoa examinada. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito já foi preso no município da Serra e na cidade de Itamaraju, Sul da Bahia, onde também foi processado e condenado por exercício ilegal da medicina.