Paulinho da Ótica é preso em Operação do Gaeco que apura fraude na prefeitura de Barra de São Francisco

O Secretário Municipal de Administração de Barra de São Francisco, Manoel Paulo de Oliveira Neto, o Paulinho da Ótica, foi preso na manhã desta quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020.

O Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), de Linhares esteve em Barra de São Francisco onde investiga possíveis fraudes em contratos de prestação de serviços para a prefeitura municipal.

A equipe chegou por volta das 6h da manhã à residência do secretário, onde apreendeu celular e notebook de Paulinho da Ótica. Em seguida o Gaeco foi até a secretaria de Administração, no antigo colégio Santa Terezinha.

Paulinho foi conduzido para Linhares, onde ficará detido preventivamente.

O Ministério Público apreendeu documentos e computadores na investigação apura uma denúncia de prática de crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, formação de quadrilha, fraude à licitação, tráfico de influência, dentre outros.

O SiteBarra procurou a prefeitura de Barra de São Francisco, mas a assessoria ainda não divulgou nota.

A operação continuou em São Gabriel da Palha, onde os agentes do Gaeco cumpriram mandados na residência do dono da RT Empreedimentos, Richelmi Milke, no condomínio Girassol; de acordo com o Gaeco ele está com mandado de prisão em aberto, é considerado foragido e teve o nome incluso na lista da Interpol.

Os agentes também cumpriram buscas nas residências de dois prestadores de serviços da RT, eles foram presos temporariamente e encaminhados a sede do Gaeco Norte em Linhares.

O SiteBarra entrou em contato com o Gaeco em Linhares, mas a informação é que a operação corre em sigilo.