Ginástica Laboral tem mais de 90% de aprovação entre os servidores

A Ginástica Laboral é o tipo de prática especificamente destinada aos trabalhadores, no seu ambiente laboral, com o objetivo de prevenir lesões e outras doenças provocadas por suas atividades ocupacionais. Os exercícios – que duram, em média, entre 5 e 20 minutos – trazem muitos benefícios, dentre eles a redução da fadiga e o aumento da produtividade, a prevenção de doenças provocadas por repetição, a correção da postura, a melhoria do relacionamento entre colegas, da concentração e do ritmo de trabalho.

A prática de Ginástica Laboral começou como uma iniciativa do Programa Qualivida, da Secretaria de Estado de Gestão e Recursos Humanos (Seger), em 2013. Atualmente, atende cerca de 200 servidores do Edifício Fábio Ruschi, localizado no Centro de Vitória, abrangendo 40 setores das secretarias de Controle e Transparência (Secont), de Planejamento (SEP) e da Justiça (Sejus), além da própria Seger.

Recentemente, o programa realizou uma pesquisa junto aos servidores que participam das aulas de ginástica laboral para avaliar o grau de satisfação e os resultados foram bem positivos. No total, 67 servidores responderam ao questionário. Desses, 74% afirmaram participar regularmente das aulas e 100% disseram acreditar na importância delas; 91% relataram ter uma experiência satisfatória no relacionamento e interação com os colegas; 94% se sentem mais dispostos após os exercícios e 98,5% aprovam a continuidade do projeto e sugerem até o aumento da frequência e duração das aulas.

Os servidores disseram ainda que se sentem felizes e dispostos e encaram a atividade como uma forma de sair da rotina, um momento de interação, descontração e oportunidade de movimentar o corpo. Também enxergam as aulas como espaço de autocuidado e têm como benefícios disposição e diminuição de dores no corpo, mais bem-estar, melhora do humor e da autoestima.

Para Leandro Barbosa, servidor da Sejus, a ginástica laboral é um momento de pausa na tensão do trabalho: “Participo da ginástica laboral há mais de dois anos, desde quando a atividade começou a ser desenvolvida na Sejus. Para mim, é uma forma de voltar a atenção para um momento de relaxamento, esticar o corpo, alongar. Pratico todas as aulas porque acredito que a ginástica laboral proporciona bem-estar”.

De acordo com o secretário de Estado de Gestão e Recursos Humanos em exercício, Charles Dias, a ginástica laboral também é momento de integração entre as equipes e de voltar o olhar para o próprio corpo. “Para muitos dos servidores, o momento da prática é o único em que fazem alguma atividade física e isto os faz conscientes do quanto é necessário se manter em movimento para que tenham saúde e bem-estar”.

Texto: Suellen Barone