Em visita à Rota das Emoções, ministro se reúne com investidores

Delta do Parnaíba. Crédito: Chico Rasta

Delta do Parnaíba. Crédito: Chico Rasta

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, participou na última segunda-feira (13) de visita técnica na Rota das Emoções, roteiro que compreende os estados do Ceará, Piauí e Maranhão. A agenda fez parte de um encontro do ministro com o arquiteto dinamarquês Bjarke Ingels e uma comitiva do grupo Be-Nômade para discutir a possibilidade da realização de investimentos no país no segmento de turismo sustentável. O secretário-executivo da pasta, Daniel Nepomuceno, também participou do encontro.

“A Rota das Emoções é uma das 30 rotas inseridas no Investe Turismo e estamos trabalhando para valorizar e ampliar cada vez mais o número de visitantes. É impressionante o potencial turístico de nosso País! Nossas belezas naturais são inexplicáveis e o turismo sustentável é um segmento que tem tudo a ver com nosso país”, comentou o ministro. O grupo Be-Nômade foi responsável pela consolidação de Tulum, na Riviera Maya, no México, como destino sustentável.

Ainda durante a agenda, o ministro se reuniu com lideranças locais para discutir ações para o fortalecimento do turismo na região. A Rota das Emoções engloba 14 cidades do Maranhão, Piauí e Ceará, além de áreas de proteção ambiental, como o Parque Nacional de Jericoacoara, no litoral oeste cearense; o Delta do Parnaíba, entre Piauí e Maranhão, e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Com uma mistura de cultura, belezas naturais e história, o roteiro encanta turistas que percorrem a região, uma das mais famosas do país.

O litoral do percurso é próprio para surf, windsurfe e kitesurf, entre outros esportes náuticos praticados ao sabor dos ventos, inclusive em lagoas. O cenário de sol e praia integra a natureza à deliciosa culinária regional. O turista ainda viaja pela fascinante cultura nordestina e pelo artesanato diferenciado dos três estados. São peças de fibras vegetais (buriti, tucun, taboa, coco, carnaúba e sisal), madeira, cerâmica, renda de bilros, bordados, couro, sementes e búzios.