Programa Pátria Voluntária leva brinquedos para comunidades do Distrito Federal

Programa Pátria Voluntária leva brinquedos para comunidades do Distrito Federal

– Foto:
Marcos Corrêa/PR

O Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado, Pátria Voluntária, arrancou sorrisos e fez a alegria de dezenas de crianças e jovens nessa segunda-feira (16), em duas regiões administrativas da capital federal. O presidente da República, Jair Bolsonaro, e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, fizeram a entrega de brinquedos arrecadados em instituições que atendem comunidades em situação de vulnerabilidade social. “Foi um dia muito especial, um dia de solidariedade”, declarou a primeira-dama que também é  a presidente do Conselho do programa.

Na parte da manhã, as entregas foram realizadas no Instituto Promocional Madalena Caputo, na região do Paranoá. Na ocasião, o presidente deixou um recado para as crianças: “A instrução que vocês estão recebendo aqui é o que fará que vocês tenham uma vida melhor no futuro. Vocês estando bem, o Brasil estará bem”, disse. “Dessa maneira, com respeito às pessoas que estão aqui, e aos pais de vocês, vocês construirão uma nova vida”, reforçou Bolsonaro.

Se você quer fazer uma ação voluntária e não sabe por onde começar, acesse: gov.br/patriavoluntaria

A entidade cristã atende cerca de 240 crianças e adolescentes, entre 6 e 14 anos, encaminhados pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras). No contraturno escolar, eles participam de oficinas de dança, capoeira, leitura, além de aulas de reforço para o colégio. A equipe é formada por profissionais de pedagogia, psicologia, nutrição e serviço social e busca fortalecer o vínculo entre atendidos e familiares. A diretora, irmã Solange Alice Cardozo, conta que a inscrição no programa do Governo Federal vem atraindo voluntários, o que também tem colaborado para a gestão local. “O voluntariado contribui muito. Nossa participação no programa está nos ajudando a gerir os recursos para melhorar a alimentação das nossas crianças, estamos conseguindo adquirir mais variedades”, afirmou.

Programa Pátria Voluntária leva brinquedos para comunidades do Distrito Federal. Foto: Marcos Corrêa/PR

Doação em parceria

À tarde, a entrega de brinquedos foi no Instituto Doando Vida por Rafa e Clara, localizado na Estrutural, com a participação do empresário e voluntário Carlos Alberto Amorin. “No meu entender, o voluntariado é devolver um pouco do que a vida nos dá. Se todos pensassem assim, o mundo seria um lugar melhor”, comentou Amorin. Ele levou a filha Letícia, de 7 anos, para participar da atividade.

Segundo a diretora da instituição, Luciana Studart Andrade, ao reconhecer o voluntariado, o Pátria Voluntária incentiva a continuidade do trabalho realizado pelas equipes. “Eu acho fantástica a ideia do programa. Acredito nele, e se a gente levar a sério, e der estímulo, os voluntários virão. Saber que há quem acredite no nosso trabalho nos dá força para seguir”, ressaltou.

O Instituto atende crianças de 2 até 6 anos incompletos. Atualmente, 60 crianças frequentam a Organização Não Governamental (ONG). Eles recebem alimentação, educação, banho e desempenham atividades culturais. A instituição também oferece acompanhamento psicológico e social para as famílias da Estrutural.

Reconhecimento

O decreto que instituiu o Pátria Voluntária, em julho deste ano, também estabelece a criação do Prêmio Nacional de Incentivo ao Voluntariado. De caráter simbólico, a premiação será concedida anualmente em reconhecimento à atuação de cidadãos e entidades promotoras de atividades voluntárias de interesse social.

Além do prêmio, foi criado o Selo de Acreditação do Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado que será entregue para organizações da sociedade civil que desenvolvam ou estimulem trabalhos voluntários.

O que é voluntariado?
“É uma iniciativa não remunerada de pessoas físicas, isolada ou conjuntamente, prestada à pessoa física, a órgão ou à entidade da administração pública ou entidade privada sem fins lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência à pessoa, que vise ao benefício e à transformação da sociedade por meio de ações cívicas, de desenvolvimento sustentável, culturais, educacionais, científicas, recreativas, ambientais, de assistência à pessoa ou de promoção e defesa dos direitos humanos e dos animais (Art.2º do Decreto 9.906/2019).”

 

Com informações do Ministério da Cidadania