Sedu divulga escolas de Tempo Integral que ofertarão cursos técnicos em 2020

No total, são 5.694 vagas ofertadas para as turmas que iniciarem a 1ª série e as que iniciarem a 2ª série do Ensino Médio.

Uma das novidades para o ano letivo de 2020 na Rede Estadual é a oferta de Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio em Tempo Integral. No total, 5.694 vagas estão sendo ofertadas pela Secretaria da Educação (Sedu). A organização curricular de cada um dos Cursos Técnicos terá um desdobramento para as turmas que iniciarem a 1ª série e as que iniciarem a 2ª série do Ensino Médio.

Serão ofertados cursos como o Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Informática para Internet, Técnico em Administração, Técnico em Marketing, Técnico em Comércio, Técnico em Manutenção e Suporte em Informática e Técnico em Logística, por exemplo. Todos disponibilizados já para o primeiro semestre de 2020, das 13h às 20 horas, com direito a Alimentação e Passe Escolar.

“Hoje temos somente uma escola com o ensino técnico em tempo integral, em Anchieta. Vamos expandir essa oferta para atender a um número maior de alunos que tenham o interesse de sair do Ensino Médio já com qualificação técnica”, disse o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, que explicou que a organização curricular do curso técnico estará integrada com a do Ensino Médio e o aluno sairá com duas qualificações.

Vitor de Angelo destacou ainda que nas unidades em que forem oferecidos os Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio em Tempo Integral, com carga horária de sete horas, também será possível o funcionamento do turno parcial no período matutino. O mesmo ocorrerá nas unidades em que serão ofertados o Tempo Integral com a carga horária de nove horas e meia. Também haverá a possibilidade de funcionamento da Educação para Jovens e Adultos (EJA) no período noturno.

O Secretário da Educação reforçou que a ampliação do número de matrículas no Tempo Integral é uma meta do Governo e também fez parte das premissas dos Planos Nacional e Estadual de Educação. “Muitas das escolas que ofertam o Tempo Integral atualmente estão com ociosidade de matrículas e pouco aproveitamento dos espaços físicos. Dessa forma, entendemos propício expandir a oferta de educação em Tempo Integral pensando em outros modelos para atender a um número maior de estudantes, inseridos em diferentes contextos”, afirmou.

Alunos da Rede Estadual que tenham interesse em ingressar no Integral Integrado ao Técnico, devem ficar atentos às datas da Chamada Pública 2020. Para os alunos da Rede basta pedir transferência interna (caso seja de uma unidade que não oferte o integral integrado) ou fazer a rematrícula marcando a opção Integral Integrado. Já os alunos que não são da Rede Estadual, a pré-matrícula será de 27/11 a 13/12.

Confira AQUI a relação dos cursos e as respectivas escolas onde serão ofertados, a partir do 1º semestre de 2020

Veja como ficará a oferta de Tempo Integral em 2020:

– Serão 64 Escolas de Tempo Integral, sendo 46 com carga horária de nove horas e meia, das quais 03 Integradas ao Curso Técnico (carga horária de nove horas e meia); 15 Integradas ao Curso Técnico (carga horária de sete horas); 03 de Tempo Integral Rural (carga horária de nove horas e meia), e previsão de oferta de 11.450 novas vagas pela oferta de Tempo Integral em 34 municípios;

– Para os alunos que optarem pela modalidade de Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio em Tempo Integral, com a carga horária de sete horas diárias, a permanência na unidade de ensino será de 13h às 20h, com duas refeições. Os que optarem pelo Tempo Integral com a carga horária de nove horas e meia, a permanência na unidade será 7h30 às 17h com três refeições.