Fragmentos de óleo são recolhidos para análise em quarta praia do ES

Depois das praias de Guriri, Urussuquara e Barra Nova, agora os fragmentos também chegaram à Praia de Pontal do Ipiranga, em Linhares, no Norte do Estado.

Por Eduardo Dias, G1 ES e TV Gazeta

Fragmentos de óleo são recolhidos para análise em Praia de Ponta do Ipiranga, Linhares — Foto: Eduardo Dias / TV Gazeta

Fragmentos de óleo são recolhidos para análise em Praia de Ponta do Ipiranga, Linhares — Foto: Eduardo Dias / TV Gazeta

Fragmentos de óleo estão sendo recolhidos por militares, neste domingo (10), na praia de Pontal do Ipiranga, em Linhares, no Norte do Espírito Santo. O material ainda será analisado.

A limpeza é feita por militares do 38º Batalhão de Infantaria, de Vila Velha. Eles foram deslocados para atuar em Linhares.

  • Manchas de óleo no Nordeste: o que se sabe sobre o problema

A primeira praia capixaba a ter a presença do óleo confirmada foi a de Guriri, em São Mateus. Os primeiros fragmentos, que tinham o tamanho menor que uma moeda de R$ 1, foram encontrados na quinta-feira (7).

Esse material já passou por uma análise que comprovou ser o mesmo óleo que contaminou as praias do Nordeste.

Já nas praias de Barra Nova e Urussuquara, em São Mateus, também foram encontrados produtos que podem ser o óleo em pequenos pedaços. Porém, o material ainda vai passar por análise da Marinha e de órgãos ambientais.

Marinha analisa fragmentos de óleo em Barra Nova e Urussuquara, em São Mateus, o Espírito Santo — Foto: Mario Bonella/ TV Gazeta

Marinha analisa fragmentos de óleo em Barra Nova e Urussuquara, em São Mateus, o Espírito Santo — Foto: Mario Bonella/ TV Gazeta

Foz de rio é fechada

A Foz do Rio Mariricu, em São Mateus, no Norte do Espírito Santo, foi fechada por funcionários da prefeitura na tarde deste sábado (9), após autorização do Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema). O trabalho é uma prevenção, pois foram encontrados fragmentos que possivelmente são do óleo na água e também na Praia de Barra Nova, onde o rio deságua.

Foz do Rio Mariricu, em São Mateus, foi fechada para tentar impedir contaminação de óleo — Foto: Eduardo Dias/TV Gazeta

Foz do Rio Mariricu, em São Mateus, foi fechada para tentar impedir contaminação de óleo — Foto: Eduardo Dias/TV Gazeta

Manchas de óleo

As manchas de petróleo em praias do Nordeste começaram a aparecer no dia 30 de agosto, na Paraíba. A substância é a mesma em todos os locais: petróleo cru. O fenômeno tem afetado a vida de animais marinhos e causado impactos nas cidades litorâneas.

O Espírito Santo é o 10º estado brasileiro a ser atingido pelo óleo. Já foram afetados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.