Fragmentos de óleo são encontrados em Regência, no Norte do Espírito Santo

Fragmentos do óleo também já foram recolhidos em praias de São Mateus, Conceição da Barra e Linhares. Regência é onde fica a foz do Rio Doce e foi afetado por outro desastre ambiental: a lama da Samarco.

Fragmentos de óleo chegam na Praia de Regência, em Linhares — Foto: Eduardo Dias/ TV Gazeta

Fragmentos de óleo chegam na Praia de Regência, em Linhares — Foto: Eduardo Dias/ TV Gazeta

Fragmentos do óleo continuam em Linhares, no Espírito Santo, e chegaram na praia de Regência, onde fica a foz do Rio Doce. O local já foi afetado por outro desastre ambiental: o da lama da Samarco, há quatro anos.

Os fragmentos foram encontrados por homens do Exército, que estão atuando na região, na areia da praia. Os militares contaram que fizeram a vistoria na foz do Rio Doce e não acharam nenhum fragmento no rio.

Fragmentos de óleo chegam na Praia de Regência, em Linhares — Foto: Eduardo Dias/ TV Gazeta

Fragmentos de óleo chegam na Praia de Regência, em Linhares — Foto: Eduardo Dias/ TV Gazeta

Óleo no ES

Ao todo, oito praias do estado foram atingidas pelo óleo. Elas ficam nos municípios de São Mateus, Linhares e Conceição da Barra, no litoral Norte do Espírito Santo.

As praias confirmadas foram: Guriri, Barra Nova e Urussuquara, em São Mateus; Barra Seca, Pontal do Ipiranga, Povoação, Degredo e Regência; em Linhares.

  • Manchas de óleo no Nordeste: o que se sabe sobre o problema

De acordo a Marinha, as equipes já recolheram cerca de 473 kg de areia e materiais orgânicos, sendo uma quantidade mínima de óleo, nas praias do Espírito Santo. O material encontrado é fragmentado.

As praias atingidas não foram interditadas para banhistas. Equipes das prefeituras, voluntários e Marinha atuam na limpeza do litoral.

São Mateus

Em São Mateus, a menos de 100 quilômetros da divisa com a Bahia, foi o primeiro município capixaba a registrar o aparecimento do óleo. A substância foi recolhida nas praias de Guriri, Barra Nova e Urussuquara.

O rio Mariricu, que deságua na praia de Barra Nova, onde há confirmação de fragmentos do óleo, terá a foz fechada novamente pela prefeitura. O rio foi fechado no sábado (9) para a proteção do estuário, mas a maré cheia o reabriu.

Foz do Rio Mariricu, em São Mateus, foi fechada para tentar impedir contaminação de óleo — Foto: Eduardo Dias/TV Gazeta

Foz do Rio Mariricu, em São Mateus, foi fechada para tentar impedir contaminação de óleo — Foto: Eduardo Dias/TV Gazeta

Na manhã desta terça-feira (12), óleo foi encontrado no rio por uma equipe de limpeza. Por isso, a Marinha e uma equipe da Prefeitura já trabalha para fechar o Mariricu novamente.

O rio Cricaré, que abastece São Mateus e também o município vizinho de Conceição da Barra, é uma preocupação da prefeitura. Se o rio for atingido, mais de 100 mil pessoas podem ficar sem água.

Linhares

Na praia do Pontal do Ipiranga, em Linhares, o óleo apareceu pela primeira vez na manhã de domingo (10). O material também foi encontrado em Barra Seca, Povoação e Degredo.

De acordo com a prefeitura, o Sistema de Comando em Operações (SCO) de Linhares vai realizar o fechamento da foz do Rio Doce, em Regência. A medida evitará que o material atinja e contamine o estuário local – onde o rio encontra o mar.

Militares do Exército limparam a Praia de Pontal do Ipiranga neste domingo (10) — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Militares do Exército limparam a Praia de Pontal do Ipiranga neste domingo (10) — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Conceição da Barra

No final da tarde de domingo (10), foram coletados pequenos fragmentos de óleo na Praia do Surf, Sede de Conceição da Barra. A Marinha do Brasil foi notificada através do Gabinete de Gestão de Crise, recolheu os resíduos e os encaminhou para análise. Ao todo foram coletados aproximadamente 600 gramas da substância.

De acordo com o Ibama, também há registros da chegada do óleo em Itaúnas e na Foz lado norte do Rio São Mateus. O material ainda vai passar por análise.

Em Conceição da Barra, fragmentos vão passar por análise — Foto: Divulgação/ Prefeitura de Conceição da Barra

Em Conceição da Barra, fragmentos vão passar por análise — Foto: Divulgação/ Prefeitura de Conceição da Barra

Manchas de óleo

As manchas de petróleo em praias do Nordeste começaram a aparecer no dia 30 de agosto, na Paraíba. A substância é a mesma em todos os locais: petróleo cru. O fenômeno tem afetado a vida de animais marinhos e causado impactos nas cidades litorâneas.

O Espírito Santo é o 10º estado brasileiro a ser atingido pelo óleo. Já foram afetados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe