Ex-funcionário é preso no ES por tentativa de assalto que terminou com dono de hamburgueria ferido

Segundo a polícia, foi Felipe Christo quem passou informações para os criminosos. O crime aconteceu no dia 15 de setembro deste ano, em Itaparica, Vila Velha.

O ex-funcionário de uma hamburgueria foi preso nesta terça-feira (12), na Grande Vitória, suspeito de envolvimento na tentativa de assalto que terminou com o dono do estabelecimento baleado. Segundo a polícia, foi Felipe Christo quem passou informações para os criminosos.

Felipe Christo é apontado nas investigações como a pessoa que passou as informações para os assaltantes — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Felipe Christo é apontado nas investigações como a pessoa que passou as informações para os assaltantes — Foto: Reprodução/TV Gazeta

O crime aconteceu no dia 15 de setembro deste ano, em Itaparica, Vila Velha, bem perto da hamburgueria. No momento estavam juntos o empresário e o chef de cozinha do local, do lado de fora porque haviam ido comprar cigarros. Mesmo tendo sido baleada, a vítima foi socorrida e hoje já está recuperada.

Câmeras de videomonitoramento registraram todo o crime, o que ajudou nas investigações. Depoimentos de testemunhas também foram primordiais, segundo o delegado Gianno Trindade.

“As investigações apontam que esse indivíduo teria passado informações privilegiadas da rotina do estabelecimento oficial. Temos também construído no inquérito, por vários depoimentos, que o indivíduo preso hoje tinha uma relação de ódio para com seu patrão”, disse.

Executores do crime

Um dos assaltantes foi preso no final de outubro por envolvimento em outro crime. Jederson Teófilo é amigo de Felipe, ex-funcionário da hamburgueria.

A polícia também já identificou quem atirou no empresário: teria sido um adolescente de 15 anos, que é investigado por outros crimes. O delegado aguarda uma decisão da Justiça com relação ao menor.

Além disso, um quarto envolvido no assalto é considerado foragido. Samuel Candeias teria emprestado a arma usada no crime e não foi encontrado pela polícia.

Quem tiver informações sobre os envolvidos, pode ajudar a polícia ligando para o 181, o Disque Denúncia.