Desarme prende responsável por fuzis apreendidos em Cariacica

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) apresentou, em coletiva de imprensa, na manhã desta quinta-feira (07), a prisão de um homem considerado o dono dos três fuzis apreendidos no último domingo em Cariacica. A ação foi possível graças às investigações realizadas pela Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme). Participaram da coletiva o secretário da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), Roberto Sá, o delegado-geral da PCES, José Darcy Santos Arruda, o Superintendente de Inteligência e Ações Estratégicas, João Calmon, o delegado titular da Desarme, Christian Waichert, e a perita oficial criminal, Alexandra Bonelli Wanderley.

De acordo com Roberto Sá, o resultado se tornou possível graças à criação da Desarme. “A população denunciou, a Polícia Militar prendeu e apreendeu o material levando até a Delegacia Regional e a Desarme deu continuidade na investigação para identificar a origem e os caminhos percorridos pelo armamento. Eles chegaram a uma pessoa que tem um papel mais importante e esse é um desdobramento que demonstra a relevância da existência de uma especializada para aprofundar as investigações relacionadas ao tráfico de armas”, destacou o secretário.

“Com a nova especializada, os policiais se aprimoram cada vez mais nesse tipo de investigação. O que permite ações rápidas como essa, dificultando a ação criminosa. O trabalho integrado já tem feito uma grande diferença em nossos resultados, agora com a especialização evoluímos cada vez mais na proteção da população”, ressaltou o delegado-geral José Darcy Arruda.

As ações da Desarme

De acordo com o delegado titular da Desarme, o trabalho de sua equipe teve início logo depois da apreensão do armamento. As investigações chegaram até T. M. P., 21 anos, traficante ligado a uma organização criminosa atuante no município de Cariacica. Nesse momento foi organizada uma operação policial, com o objetivo de localizar e prender o suspeito ainda em estado flagrancial.

Na segunda feira (04), as equipes realizaram buscas e localizaram o suspeito na residência da namorada dele, no bairro Itaquari. O detido foi autuado em flagrante delito pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse de arma de fogo de uso restrito.

“Os levantamentos apontaram que o suspeito, sendo responsável pela guarda dos três fuzis AK47, pediu que seu vizinho escondesse as armas em sua própria casa. Ele atendeu ao pedido, mas o esconderijo foi descoberto e o armamento foi apreendido no último domingo, em uma exitosa ação da Força Tática da Polícia Militar”, detalhou Waichert.

Na ocasião, os militares também apreenderam 1200 munições de calibre 556 e 1954 pinos de cocaína. Os materiais e o detido foram levados para a 4ª Delegacia Regional (DR) de Cariacica e ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma.

De acordo com o delgado responsável, as investigações na Desarme continuam com o intuito de rastrear a origem e o destino deste armamento.

Exames periciais

O material apreendido no domingo já foi examinado na Seção de Balística de PCES e o laudo entregue ao delegado Christian Waichert. De acordo com a perita, foram feitos exames para verificar o funcionamento das armas e munições, além da descrição técnica do material. “São armas que copiam o modelo da AK 47 e que foram fabricadas na antiga Iugoslávia. Logo, não são armas novas, mas em bom estado de conservação”, explicou Alexandra Wanderley.

 

Assessoria de Comunicação Polícia Civil

Comunicação Interna – (27) 3137-9024

imprensa.pc@pc.es.gov.br

 

Atendimento à Imprensa

Olga Samara – (27) 3636-1536/ (27) 99846-1111

comunicapces@gmail.com

Camila Ferreira – (27) 3636-9928 / (27) 99297-8693

comunicapces@gmail.com