Moradores vão às ruas em protesto contra venda de lotes pela prefeitura de Águia Branca

Um grupo de moradores protestou nesta quinta-feira, 17 de outubro de 2019, nas ruas do município de Águia Branca, interior do Espírito Santo.

Apesar de ser um grupo ainda pequeno, a tendência é que cresça, pois é grande a indignação dos moradores com a atual administração municipal.

Mesmo com o grupo pequeno, a prefeitura acionou a polícia militar.

Segundo os manifestantes, durante a campanha eleitoral, a promessa era de lotes e moradias para a população carente. “Agora a prefeitura está vendendo o que era pra ser doado para os mais necessitados“, gritou um manifestante.

A prefeitura abriu uma espécie de Leilão para vender os imóveis no Loteamento Mirante dos Pontões. Uma concorrência pública, que segundo os moradores, elimina a participação de pessoas com menor poder aquisitivo, dando preferência, como sempre, aos mais ricos.

“A prefeitura ganhou recursos do Estado para aquisição de lotes, urbanizou com dinheiro do Estado e agora está vendendo. É uma vergonha“, dizem os manifestantes.

Com a venda, o que se comenta na cidade é que apenas quem tem dinheiro para investir irá comprar lotes, esperando valorizar para vender mais caro no futuro. Com isso, a população carente continuará sem lugar para morar. “Tem gente morando em porão. Se não poderia doar os lotes, não deveriam ter prometido”, completam.

No site da prefeitura, a planta do novo loteamento e os valores mostram que os lotes custam a partir de R$ 25 mil. A data para propostas é nesta quinta-feira, 17 de outubro de 2019.

A prefeitura ainda não quis comentar o caso.