Raquel Lessa busca a desburocratização do crédito fundiário para Produtores Rurais

A deputada estadual Raquel Lessa esteve com o diretor-presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), Mario Louzada, para definir as medidas necessárias para retirar os entraves do crédito fundiário. “São muitas famílias que precisam do crédito para assistência técnica, até mesmo para voltar a se inserir na cadeia produtiva, para tornarem-se independentes” – frisa a parlamentar.

De acordo com Raquel esse é um programa social que fortalece a agricultura: “Nossos trabalhadores rurais precisam plantar e produzir em suas terras, com menos impostos, taxas e empréstimos”.

Para ela essa bandeira é uma missão em que vai se empenhar até que seja possível celeridade no andamento de processos e encontrem-se soluções para o trabalhador do campo: “Não queremos facilidades e sim, direitos assegurados”.

Raquel ressalta que os agricultores precisam dessas medidas vigorando para seguir com investimentos. Destaca ainda que o decreto que instituiu o novo Programa Nacional de Crédito Fundiário já foi assinado pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, mas ainda aguarda parecer da Casa Civil.

Raquel agradeceu a atenção e dedicação do diretor do Idaf, Mário Louzada que se disse empenhado em desenvolver as políticas de acesso e encontrar um caminho que traga agilidade nos procedimentos.