Polícia Militar vai apertar o cerco contra motos com “kadron”, afirma comandante do 2º Batalhão

A Polícia Militar intensificou a fiscalização sobre as famosas motos com “kadron”, o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Dal Col disse que a PM vai apertar o cerco em relação as motos com kadrons e que diariamente serão realizadas operações e cercos com objetivo de retirar essas motos de circulação, segundo ele o trabalho será executado simultaneamente em Nova Venécia, São Gabriel da Palha e Vila Valério, onde existe a maior reclamação. “Não vai durar muito tempo, acho que em uma semana o trabalho será concluído e ninguém será louco de voltar a usar”, afirmou o comandante.

“Eu tenho avisado que nós vamos coibir a questão das motos com kadron, as pessoas estão andando por ai e estão de brincadeira, a PM vai ser muito rigorosa, o rigor vai ser 100%, inclusive algumas pessoas já me procuraram, [poxa coronel estão notificando?]; estamos notificando sim, várias vezes os policiais estiveram lá no sol parando e orientando os motociclistas para não usar esses kadrons, e então assim colabore com a polícia, para que tenhamos um trânsito mais seguro e organizado, eu peço a colaboração e ajuda de todos e peço com carinho, para que a gente não tenha reclamação, eu acho que a gente tem que reclamar, não da notificação, mas sim quando um indivíduo estaciona em um local errado, em vaga de deficiente, isso nós temos que reclamar; eu estou a disposição no batalhão de qualquer pessoa que for notificada irregularmente ou por qualquer equivoca da nossa parte, estou aqui para corrigir isso”, disse Dal Col.

Em São Gabriel da Palha, a PM iniciou nesta semana a fiscalização, de acordo com o capitão Cleiton as motos com kadron tem gerado muita reclamação por parte da população tanto em São Gabriel da Palha, quanto em Vila Valério, “Iniciamos essa esta semana uma operação para coibir esse tipo de infração de trânsito, o condutor que for surpreendido com descarga ineficiente, inoperante ou defeituosa, além da autuação (multa), terão o escapamento apreendido e será encaminhado á delegacia onde será lavrado termo circunstanciado por perturbação de sossego, procedimento que será encaminhado à justiça”, explicou o capitão.

Fonte: Portal Momento