Novos radares deixam motoristas em alerta no Sul do Espírito Santo

Quatro radares foram instalados na BR-393, no ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Por Junia Vasconcelos, G1 ES e TV Gazeta

Novos radares estão em fase de teste no Espírito Santo com previsão de início de funcionamento ainda no mês de outubro. A previsão do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) é que 73 aparelhos sejam instalados em rodovias no estado.

Em Cachoeiro de Itapemirim, quatro sistemas de fiscalização eletrônica de velocidade e avanço de veículos foram colocados ao longo da BR-393.

O aposentado José Onofre acredita que os radares são importantes para que o número de acidentes diminua no trecho entre os bairros Marbrasa e Aeroporto.

“Isso reduz muito a velocidade e ajuda a evitar atropelamentos. Já aconteceram alguns atropelamentos e batidas aqui, então, isso ajuda muito”, disse.

O Dnit declarou que a aferição dos aparelhos levará em conta a velocidade de cada trecho para evitar que acidentes ocorram.

Os locais estão sendo devidamente sinalizados para evitar que motoristas sejam surpreendidos. Segundo o caminhoneiro Matheus Nascimento, na dúvida se os radares estão ativos ou não, é melhor reduzir a velocidade. “Na dúvida, tem que parar. Não tem jeito”, brincou.

Matheus diz que, na dúvida se os radares já estão funcionando, é melhor reduzir a velocidade — Foto: Reprodução/TV Gazeta
Matheus diz que, na dúvida se os radares já estão funcionando, é melhor reduzir a velocidade — Foto: Reprodução/TV Gazeta

O prazo para o Dnit concluir a instalação dos 73 radares no estado termina em 10 dias. A determinação é do Ministério Público Federal (MPF).