Mais um ano Ecoporanga não realiza tradicionais campeonatos de futebol

O futebol é uma das principais atividades de lazer para grande parte da população de Ecoporanga e todos os seus distritos. Momentos de alegria, onde se reúnem famílias e vão para o estádio ou ginásio, ali reencontram amigos, além de ajudar e muito na formação social dos jovens.

Ecoporanga está há 4 anos sem seus tradicionais campeonatos de futebol (titulares e aspirantes). O último campeonato aconteceu em 2016, penúltimo ano de mandato do ex-prefeito Pedro Costa. Praticamente três anos já se passaram de mandato do atual prefeito Elias Dal’Col, e nada de campeonatos para as equipes de Ecoporanga disputarem.

Os desportistas de Ecoporanga aguardam ansiosos por campeonatos, mas a realidade de Ecoporanga é desanimadora. O estádio municipal Guerino Dal’Col está se deteriorando com o tempo, o gramado não tem condições de jogo, arquibancada tomada pelo mato. No início do ano de 2019, o ginásio de esportes recebeu algumas melhorias, através de doações dos comerciantes de Ecoporanga, mas a iluminação já está precária. Equipes do município como Balau Cereais, Lage e Conilon, sem opção, estão sempre participando de competições em outros municípios.

O atual secretário de esportes de Ecoporanga é Gilberto Gil, pessoa que gosta de esporte, e sempre organiza eventos como corrida rústica e caminhadas, mas sem recursos financeiros fica impossível a organização das competições de futebol.

Gilberto Gil relatou que esse ano é impossível a volta dos campeonatos. Ele disse que a licitação para pagar a arbitragem foi feita, mas o prefeito Elias Dal’Col relatou que a administração está sem verba para arcar com as despesas.

Enfim, mais um ano os desportistas de Ecoporanga irão ficar sem seus tradicionais campeonatos e o esporte do município parado no tempo.

Com informações de Júnior Sapo’s / agitaeco