Laboratório Central do ES tem resultado de exame de sarampo em até 4 horas

Por Fabio Linhares, TV Gazeta

O Espírito Santo tem o resultado do exame de sarampo mais rápido do país. A informação é da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). O tempo médio de divulgação do resultado dos testes feitos no Laboratório Central (Lacen) do Estado, em Vitória, é de 4 horas.

“O que o Lacen do Espírito Santo tem feito de diferente é priorizar a análise dessas amostras que chegam para que os resultados possam ser colocados em um sistema o mais rápido possível. Nós lançamos esse resultado entre 3h30 e 4h após o resultado da amostra. Isso é inédito no país”, explicou o coordenador do laboratório Rodrigo Rodrigues.

Atualmente, o processamento desses exames é manual. Porém, uma máquina que será usada pelo laboratório, promete deixar o procedimento ainda mais rápido. Com isso, será aumentada a capacidade de fazer os exames e os resultados também serão divulgados mais rápidos.

De acordo com a farmacêutica bioquímica Ana Paula Scaramussa, a máquina vai diminuir em quatro vezes a demanda dos exames que são liberados. “Nossa expectativa é de reduzir de 4 para 1 hora a liberação dos resultados”, informou.

Máquina vai reduzir o tempo de divulgação de resultado de sarampo, no ES — Foto: Oliveira Alves/ TV Gazeta
Máquina vai reduzir o tempo de divulgação de resultado de sarampo, no ES — Foto: Oliveira Alves/ TV Gazeta

Plantão

Desde o aumento dos casos suspeitos de sarampo, a rotina no Laboratório Central foi alterada. Para atender a demanda foi formado um plantão emergencial para fazer a análise dos exames. O tempo do resultado é importante para impedir a transmissão da doença.

“Quanto mais rápido a gente coloca esse resultado no sistema, mais rápido as equipes da vigilância epidemiológica podem ir a campo e proceder com o bloqueio vacinal”, enfatizou o coordenador do laboratório.

Lacen tem plantão para analisar casos de sarampo, no ES — Foto: Oliveira Alves/ TV Gazeta
Lacen tem plantão para analisar casos de sarampo, no ES — Foto: Oliveira Alves/ TV Gazeta

Casos confirmados

A coordenadora da vigilância epidemiológica de Cariacica, Carine Christ, explica que a rapidez nesse resultado ajudou no trabalho em cima dos dois casos da doença que foram confirmados no município.

“No primeiro caso a gente conseguiu fazer o bloqueio e não surgiu ninguém doente. E, no segundo caso a mesma coisa. A gente conseguiu bloquear ele e não teve nenhuma pessoa que apresentou o quadro epidemiológico que teve vínculo com ele. Isso é sinal que a nossa ação de vigilância e de bloqueio vacinal funcionou”, afirmou Christ.

Vacinação

Até setembro deste ano, Cariacica aplicou mais de 30 mil doses da vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo.

Vacinação contra sarampo em crianças no ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta
Vacinação contra sarampo em crianças no ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

O sarampo é uma doença grave, que pode levar a morte. Por isso, na próxima semana começa uma campanha voltada para crianças entre seis meses e menores de 5 anos.

Já quem tem mais de seis anos e menos de 50 anos e não tem certeza se tomou a vacina contra o sarampo, a orientação é procurar um posto de saúde com um documento de identidade e se vacinar.