Motorista invade contramão e é atingido por ônibus na BR-101, ES

Por Sayonara Brandão, TV Gazeta

Um vídeo registrado por um casal que vinha atrás do motorista morto em um acidente na BR-101, em Xuri, em Vila Velha, região metropolitana de Vitória, mostra mostra o momento exato da batida. O motorista do carro, de 47 anos, morreu no local. Acidente aconteceu por volta de 5h30 deste sábado (7).

O corpo dele foi levado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, identificado e liberado por familiares. Além dele, não houve ocorrência de outros feridos.

O vídeo foi gravado por um casal que percebeu o homem fazendo zigue-zague na pista. Veja aqui

Acidente

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro seguia no sentido Rio de Janeiro quando invadiu a contramão e bateu de frente com o ônibus. Depois da colisão, o carro rodou na pista e parou no acostamento. O condutor morreu no local.

Carro ficou destruído e bombeiros tiveram dificuldade de retirar o corpo, em Vila Velha  — Foto: Reprodução/ TV Gazeta
Carro ficou destruído e bombeiros tiveram dificuldade de retirar o corpo, em Vila Velha — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

O ônibus tinha saído de São Paulo (SP), às 22h dessa sexta-feira (6). Dentro do veículo tinham 41 passageiros, entre eles crianças, e ninguém se feriu. A viação providenciou outro carro para terminar a viagem que tinha como destino Medeiros Neto, na Bahia.

O motorista do ônibus fez o teste do bafômetro e o resultado deu negativo. Ele não quis falar com a imprensa.

Identificação

Para retirar o corpo do motorista, a perícia precisou cortar o carro. Uma mulher esteve no local do acidente e disse que é a esposa da vítima, mas como o homem estava sem documento e a identificação passada pela mulher não bateu com o documento do veículo, o condutor foi levado para o DML sem identificação.

Esposa da vítima esteve no local e reconheceu o homem, no ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta
Esposa da vítima esteve no local e reconheceu o homem, no ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

A família esteve no DML para liberar o corpo. Ele era o marido da mulher que esteve no local do acidente. Um irmão contou para a polícia que ele trabalhava em uma propriedade rural no Xuri. Ele deixa a esposa e três filhas.