Infestação de piolhos de pombos suspende aulas em escola no interior do Espírito Santo

Por Rafael Ferraz, G1 ES e TV Gazeta

Uma infestação de piolhos de pombos na escola Lacerda de Aguiar, em Piúma, no Sul do Espírito Santo, deixou 800 alunos sem aulas. Estudantes tiveram feridas pelo corpo por causa da coceira.

Os pais das crianças contam que a escola sempre teve muitos pombos, mas que agora o número aumentou e que essa infestação tem prejudicado a saúde das pessoas.

A Prefeitura de Piúma declarou que a Secretaria de Saúde do município não registrou em hospitais a entrada de crianças com sintomas que “poderiam ser causados por esse tipo de problema”.

O órgão, por sua vez, disse que está comprometido em investigar as causas da infestação e que enviou uma equipe ao local para fazer o trabalho de limpeza.

Infestação de piolhos de pombos preocupam pais em escola de Piúma, ES — Foto: Reprodução/TV Gazeta

A dona de casa Jocileia Gomes contou que o filho dela de 8 anos passou mal por causa do contato com os pombos e teve que tomar muitos remédios por cerca de uma semana.

“Tivemos que comprar vários remédios. A guia do médico estava tão grande que daqui a pouco ele teria que virar a folha para escrever. Foram muitos remédios passados pelo médico”, comentou Jocileia.

A professora Sandra Féris contou que ela deixa a filha dela na escola com medo. “Essa escola é perigosa, antiga e sempre precisa de uma manutenção”, lamentou Sandra.

Muitos pombos podem ser vistos na escola em Piúma — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Os pais dizem que os pombos são vistos até do lado de fora da escola. Eles formam ninhos nos espaços entre o telhado e a lage. Esse tipo de piolho fica nos ninhos dos pombos ou nas paredes, mesas, janelas e gosta de pele. Por isso a coceira pelo corpo.

“Na quinta-feira, houve a incidência de algumas crianças picadas no turno vespertino. No mesmo instante comuniquei a secretária que a escola fosse interditada para a averiguação dos fatos”, pontuou a diretora da escola, Valéria Marconi.

A secretária interina de Educação de Piúma, Dione Soares, acredita que as aulas já podem ser retomadas na segunda-feira (23). “A escola está fechada durante toda semana e vamos limpá-la para erradicar o problema”, concluiu.