Projeto de incentivo à produção de abóbora é desenvolvido em Barra de São Francisco

O produtor solicita assistência na Secretaria Municipal de Agricultura, e a própria secretaria se encarrega de providenciar a entrega desses produtos para a CEASA

Por Yuri Marcones Garcia

Intitulado ‘Minha Abóbora Minha Vida’, o projeto de plantio de sementes de abóbora, iniciado através de parceria entre a Secretaria Municipal de Agricultura e produtores rurais de Barra de São Francisco neste ano de 2019, já apresenta resultados positivos.

Na propriedade do Sr. Luiz Antônio Marques, em Córrego Fervedouro, por exemplo, após o acompanhamento dos técnicos da SEMAG, foram colhidas cerca de 4.590 abóboras de boa qualidade com destino certo: As Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (CEASA-ES), garantindo a lucratividade do produtor.

De acordo com um dos Técnicos em Agropecuária – da pasta, Matheus Pastore, a vantagem de o produtor buscar acompanhamento junto a Secretaria Municipal de Agricultura é que o mesmo faz o plantio, e na colheita, o produto já tem compra garantida.

O produtor solicita assistência na Secretaria Municipal de Agricultura, e a própria secretaria se encarrega de providenciar a entrega desses produtos para a CEASA Vitória. E detalhe, em caso de produção de até 5 mil quilos, a secretaria fornece o caminhão para realizar o transporte das abóboras sem gerar nenhum custo para o produtor”, explicou Matheus.

Ainda segundo o Técnico em Agropecuária, o único custo gerado para o produtor é com a compra das sementes e insumos agrícola. Ele explicou também que no primeiro plantio, o que podemos chamar de experiência para o produtor rural, fica a critério do próprio produtor realizar o cultivo junto à produção de café ou providenciar uma lavoura exclusiva para o plantio das abóboras.

Após o plantio da semente de abóbora, a colheita do fruto acontece, geralmente, dentro de quatro meses.

O produtor que se interessar pelo cultivo de abóbora e desejar obter maiores informações pode procurar a Secretaria Municipal de Agricultura na Rua Sebastião Lopes da Costa, nº 128, no bairro Vila Landinha, ou fazer contato pelo telefone: (27) 3756-7274.