Menina de 4 anos engasga com uva e mãe usa redes sociais para alertar pais

Os especialistas alertam: crianças precisam estar a todo momento sob observação dos pais ou responsáveis. O cuidado é necessário para evitar acidentes que podem colocar a vida dos pequenos em risco. Um exemplo é o caso relatado pela britânica Laura Lou Chambers, que teve uma experiência ruim com a filha Olívia, de 4 anos.

Segundo informações do Portal R7, Laura desabafou na internet, após a filha quase morrer engasgada com uma uva. A fruta não estava cortada ao meio.

A mãe contou nas redes sociais que tinha ciência de outros casos de crianças que morreram engasgadas com a fruta, mas nunca imaginou que isso poderia chegar perto de acontecer com a filha, devido à idade.

Foto: Divulgação / Pexel
Após filha engasgar com uva, alerta de mãe viraliza nas redes. 

A mãe contou que a filha foi mastigar o alimentos, mas a uva foi parar direto na garganta. Foi com a ajuda do pai de Olívia, Jamie, que a criança conseguiu cuspir o fruta.

O relato da mãe chegou a atingir mais de 50 mil compartilhamentos.

Veja o que fazer caso a criança engasgue:

Foto: Divulgação / Pexel
No caso de bebês, vire-o inclinando sua cabeça para baixo e dê “palmadinhas” nas costas, conforme mostra a imagem. 

Crianças e adultos 

Quando a pessoa engasga, o individuo começa a tossir e pode ter as vias aéreas totalmente bloqueadas.

Enquanto a pessoa estiver tossindo, significa que a passagem de ar não está totalmente obstruída e você deve incentivá-la a continuar. Caso haja o bloqueio completo, é necessário executar uma técnica chamada de Heimlich. Nessa situação, será preciso abraçar a pessoa por trás e, na altura do umbigo, pressionar repetidas vezes até que a vítima cuspa o objeto que está obstruindo a passagem de ar.