Enivaldo dos Anjos reassume liderança do governo e entra na lista dos deputados que podem disputar eleição em 2020

A um ano do início da campanha eleitoral, que começa no dia 15 de agosto de 2020, a Assembleia Legislativa retoma os trabalhos, mantendo o deputado Enivaldo dos Anjos (PSD) na liderança do governo, como já era esperado nos meios políticos, e reuniões das comissões permanentes.

Enivaldo entregou a liderança no dia 17 de julho, em obediência a determinação legal que obriga a mudança do cargo a cada seis meses. Na ocasião, o deputado foi homenageado e ganhou visibilidade midiática. Seu retorno era dado como certo e, de acordo como site Século Diário,  frustrando os planos do deputado Dary Pagung (PRB), o  vice-líder, que deveria assumir a função.

A partir de agora, os olhos ficam mais voltados para as eleições municipais do próximo ano.  Segundo análise do site, pelo menos 14 dos 30 parlamentares devem disputar as eleições e estão em campanha para garantir a pré-candidatura, embora muitos deles ainda não tenham se declarado, por falta de fechamento de articulações com o governador Renato Casagrande (PSB) e de lideranças de seus partidos políticos.

O site listou alguns deputados que são potenciais candidatos às eleições municipais. Apesar de ser pouco possível que Enivaldo dispute a eleição em Barra de São Francisco, o nome dele também entrou na lista.

  • Marcelo Santos (PDT) e Euclério Sampaio (sem partido) disputam em Cariacica;
  • Hudson Leal (PRB), Danilo Bahiense (PSL), Dr, Hércules (MDB) e Rafael Favatto (Patri) em Vila Velha;
  • Sergio Majeski (PSB), Lorenzo Pazolini (sem partido)  e Fabrício Gandini (Cidadania) em Vitória;
  • Raquel Lessa (Pros) em São Gabriel da Palha;
  • Vandinho Leite e Alexandre Xambinho (Rede) na Serra;
  • Carlos Von (Avante) em Guarapari;
  • Enivaldo dos Anjos (PSD) em Barra de São Francisco.

Nesse contexto, as pautas do Legislativo passam ser conduzidas com mais esse ingrediente, de ampliação da visibilidade de cada parlamentar a fim de motivar as bases e fortalecer a densidade eleitoral. Além do plenário, os parlamentares podem mostrar serviço por meio das comissões permanentes.

A semana de retorno às atividades parlamentares será marcada por reuniões de Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) e por audiências públicas. Entre os temas em debate estão crimes cibernéticos, licenças, sonegação, direitos da mulher, segurança pública e judicialização da saúde.

Na quarta-feira (7), a CPI da Sonegação, comandada pelo deputado Enivaldo dos Anjos (PSD), realiza reunião às 12 horas, no Plenário Dirceu Cardoso. Na pauta, a investigação de denúncias de sonegação fiscal e adulteração de combustíveis na área de transporte.