Dados indicam que até o fim do ano 200 capixabas podem ter câncer de bexiga

A correria do dia a dia e o hábito cada vez mais esquecido do consumo necessário de líquidos, mesmo sem sentir sede, podem levar ao desenvolvimento do câncer de bexiga. A ingestão de líquidos, principalmente água é essencial para a saúde do corpo humano.

A oncologista capixaba Carolina Conopca alerta para os perigos de manter esse tipo de rotina. “Pessoas que bebem pouco líquido ao longo do dia têm maiores chances de desenvolver o câncer de bexiga. Isso porque, as substâncias tóxicas concentradas na urina são diluídas pela água e, consequentemente, expulsas da bexiga em pouco tempo”, explica a médica.

Dados divulgados recentemente pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) mostram que até o final deste ano, somente no Espírito Santo, cerca de 150 homens podem apresentar quadros da doença e no caso das mulheres, são previstos 50 casos. A especialista dá algumas dicas. “Crie o habito de consumir, pelo menos, 2 litros de água por dia. Um cuidado simples como esse já ajuda a prevenir o do câncer de bexiga”, finaliza a especialista“.