Veja como era Barra de São Francisco na década de 1950, a Praça e suas histórias

Barra de São Francisco evoluiu muito desde a chegada dos seus primeiros colonos, e continua crescendo e se desenvolvendo até os dias atuais. Os mais jovens não chegaram a ver como surgiu a cidade, mais os mais antigos conhecem muito como surgiu a cidade, que hoje é conhecida como terra do granito amarelo.

Vejam através de fotos como era o centro de Barra de São Francisco na década de 1950, além da Praça já existente em 1957. À frente desses bancos na Praça (jardim), foi construída uma caixa em alvenaria, onde ficava a televisão que uma parte considerável da população da cidade saía de suas casas para curtir os programas, principalmente a novela Irmãos Coragem.

FOSSO COM A FONTE LUMINOSA

Em datas comemorativas ela era acionada, com luzes coloridas. Porem, foram poucas às vezes que a vi funcionando, mas era muito bonito.

CANTINHO DO CÉU

Já em meado dos anos de 1960 o jardim já estava todo arborizado. No local onde mais ou menos estão montados os equipamentos de exercícios, naquele local havia um coqueiro dentro de um circulo, ao redor havia quatro bancos. Esse local era conhecido como cantinho do céu, era o lugar preferido dos casais mais afoitos.

LACERDINHAS

Quem visitou aquela Praça, que não passou pelo desconforto de ardência nos olhos com os ataques das conhecidas lacerdinhas. Eram insetos minúsculos que viviam em algumas árvores, e eles atacavam principalmente pessoas usando roupas claras, em especial de cor amarela.

Sr. TOTÓ

Na entrada do jardim, vindo pela antiga Casa Simões, onde é hoje a Ótica, ficava o Sr. Totó com sua pipoqueira, tenho também uma vaga lembrança que o Sr. Ciro também tinha ali o seu carrinho, esperando os casais de namorados.

TELECATCH MONTILLA.

Era um programa de luta livre, exibido aos sábados. Era líder absoluto de audiência, devido estar nascendo as transmissões televisivas ao vivo no Brasil nos anos de 1960, com a Rede Record, Tupi e Globo.

Eu só me lembro desse acontecimento já na segunda metade desta década, quando eu já estava com meus 10 a 11 anos. Era uma verdadeira competição conquistar um espaço na fileira da frente dos bancos para ver as lutas.

A exibição era em preto e branco, e muitas vezes um vento um pouco mais forte, desregulava a imagem e nós tínhamos que adivinhar o que estava acontecendo no tablado.

Eu não me lembro quantas lutas eram por cada programa. O que eu me lembro é que as meninas eram fãs do Ted Boy Marino, ele era o galã favorito delas, enquanto nós torcíamos por Verdugo e Tigre Paraguaio.

Verdugo segundo comentários lutava mascarado devido a um crime que havia cometido, já o Tigre Paraguaio lutava se arrastando pelo ringue. É engraçado lembrar que no final de cada programa saía a galera pela rua afora fazendo gestos dos golpes aplicados nas lutas.

Contudo, poucos foram os incidentes envolvendo as pessoas. Talvez você esteja perguntando uai, não havia televisores nas casas?. Claro que havia, mas naquela época era artigo de luxo e poucos podiam desfrutar desse luxo.

Alguns lutadores que eu me recordo: Ted Boy Marino, Verdugo, Rasputin Barba Vermelha era o Mongol. O Lenhador, A Múmia, e Tigre Paraguaio.

Por: Paulo Cesar Andrade