Messi chega ao 600º gol pelo Barcelona no mesmo dia e mês que fez o 1º

Por GloboEsporte.com — Barcelona, Espanha

Foi num 1º de maio que Messi abriu sua contagem pelo Barcelona, com assistência de Ronaldinho, em vitória sobre o Albacete em 2005. Exatos 14 anos depois, o craque chegou ao 600º gol pelo Barcelona com direito a uma pintura de falta diante do Liverpool nesta quarta-feira. Muito além da plasticidade da falta que morreu no ângulo de Alisson, o camisa 10 foi decisivo ao marcar duas vezes na vitória por 3 a 0 sobre o Liverpoolque deixou o Barça mais perto da final da Liga dos Campeões.

“Foi espetacular. Eu tentei e tive sorte de acertar lá. Estou muito feliz”, disse o camisa 10, ao falar da falta do gol 600.

Confira a evolução de Messi até superar Gerd Müller

 

A soberba atuação de Messi foi coroada com dois gols. Primeiro, aos 30 da etapa final, aproveitou o rebote num chute de travessão de Suárez para mandar para o fundo das redes. Sete minutos depois, viveu seu momento mais alto na partida. Quase da intermediária, acertou uma cobrança de falta no ângulo para vencer Alisson com um golaço.

Messi cobra a falta observado por Suárez... — Foto: Reuters

Messi cobra a falta observado por Suárez… — Foto: Reuters

...vence a barreira... — Foto: Getty Images

…vence a barreira… — Foto: Getty Images

... enquanto Alisson observa... — Foto: Reuters

… enquanto Alisson observa… — Foto: Reuters

 

... o camisa 10 e sai para o abraço — Foto: Reuters

… o camisa 10 e sai para o abraço — Foto: Reuters

Ao todo, ele tem 683 jogos com a camisa do Barcelona, o que dá uma média de 0,88 gol/jogo. Dos 600 (além desses, há outros 65 pela seleção argentina), 25 foram marcados contra ingleses nos 33 jogos de Champions contra equipes da Terra da Rainha. Se já tinha balançado as redes contra Arsenal, City, United, Chelsea, Tottenham, ele completou a saga agora contra o Liverpool.

Liverpool e Barcelona se reencontram na próxima terça-feira em Anfield para decidir quem vai à final, daqui a um mês, em Madri. O time inglês precisa vencer por quatro gols de diferença ou repetir o 3 a 0 para levar para a prorrogação.

– A gente teve chances claríssimas, principalmente a última. Mas o terceiro gol ajudou bastante. Sabemos que não está definido, o Liverpool é uma grande equipe – disse Messi, logo após o jogo, citando uma chance incrível perdida por Dembélé na última jogada da partida.