Em 1991, nos Emirados Árabes, Murina Abdullah estava com o filho de apenas 4 anos no carro dirigido pelo cunhado. Munira viu um ônibus se aproximando e percebendo um acidente inevitável protegeu a criança com o próprio corpo. Murina salvou o filho, mas sofreu lesões cerebrais graves e entrou em coma.

Por anos, o filho Omar acompanhou o estado da mãe na cama e esperava que ela acordasse. Vinte e sete anos depois, com cirurgias e diversos tratamentos, o inesperado aconteceu Murina acordou e a primeira palavra que falou foi o nome do filho: Omar. Confira os detalhes da história!

Veja aqui a reportagem no Fantástico, da rede Globo

174
COM