Rio Branco fala em ilegalidades e diz que STJD pode paralisar o Capixabão

O Rio Branco enviou uma nota à imprensa afirmando que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acatou o pedido de julgar as ilegalidades que supostamente aconteceram no jogo de volta das semifinais do Capixabão, no último dia 13, contra o Real Noroeste. A data deste julgamento será marcada, segundo a publicação.

Porém, outro julgamento já tem data. A liminar com o objetivo de paralisar o Capixabão será na próxima quarta-feira (24), no Rio de Janeiro.

O presidente do Rio Branco, Luciano Mendonça, disse que “a decisão do STJD pode cancelar até mesmo o título e uma nova final de campeonato terá de ser marcada”.