Depois de recuperar todos os materiais furtados na Styllus Joalheria, no Barra Shopping, no centro de Barra de São Francisco, no último dia 19/04/2019, os policiais do 11º BPM, conseguiram capturar alguns dos supostos envolvidos no arrombamento na referida loja.

Até então, quatro pessoas foram detidas e encaminhadas para a delegacia de polícia civil para serem ouvidas pelo delegado plantonista. Além dos quatro já identificados, a polícia informa que há mais gente envolvida no arrombamento e que estão foragidas, mas devem serem presos a qualquer momento.

De acordo com informações da polícia, um indivíduo identificado como sendo Rafael estava repassando joias e relógios oriundos do ilícito, mas ele não foi localizado, mas Valquiria, que segundo informações estava com parte dos materiais foi localizada em sua residência e confirmou que adquiriu de Rafael muitas joias, relógios e outros produtos.

Em sua residência, além dos materiais oriundos do assalto, também foram localizadas 45 buchas de maconha e 91 pedras de crack, e mais três indivíduos. Durante a atuação dos militares, novas informações chegaram a equipe de que um indivíduo havia ido a Relojoalheria do Túnico no Centro da cidade a fim de que esse providenciasse o conserto de alguns relógios.

Esse individuo, foi identificado como Ramon e estava no momento da abordagem na casa de Valquiria. Ramon confirmou que em sua casa estavam vários produtos oriundos do assalto e os entregou a Polícia.

Grande parte dos materiais foi recuperada, mas Rafael não foi localizado. Todos os citados na ocorrência foram encaminhados, juntamente com os materiais mencionados ao DPJ de Barra de São Francisco.

Materiais apreendidos

20 pulseiras douradas e 07 prateadas; 02 relógios dourados e 01 de cor laranja; 01 enfeite tipo abacaxi dourado; 104 brincos prateados, dourados entre outros; 45 cordões; 20 reais; 91 pedras de Crack; 45 buchas de maconha; 01 frasco contendo ácido bórico; 01 televisão de cor preta da marca Buster; 01 balança de precisão; 04 óculos de sol.

A identidade dos envolvidos não foi divulgada pela polícia.