Praticamente 50 mil casos de câncer de cabeça e pescoço são registrados por ano no Brasil

A quantidade de registros de cânceres de cabeça e pescoço é um alerta para especialistas no Brasil. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço, são 49 mil ocorrências por ano. Mas esse número poderia ser bem menor se o diagnóstico fosse precoce. “Temos muitos exames que podem diagnosticar essas doenças de forma rápida. A documentação radiológica pode ser usada de modo preventivo e auxilia muito nesses casos”, destacou a especialista em radiologia odontológica Márcia Gabriela Barros.

Um recurso moderno nessa área é a Tomografia Computadorizada Cone Beam. Trata-se de um exame que mostra imagens tridimensionais da boca e da face do paciente, o que torna o procedimento mais seguro, já que auxilia em uma avaliação completa dos tecidos ósseos e dentes por parte do profissional.

Considerado uma das inovações mais revolucionárias na Odontologia, o aparelho é muito semelhante aos de Raios-X panorâmico, produzindo imagens digitais de alta qualidade. “O exame é simples e as imagens são enviadas para um computador, onde um software realiza as reconstruções em 3D”, destacou ainda.

A Tomografia Cone Beam é a primeira indicação para diversas situações clínicas, por ser uma ferramenta excelente para a obtenção de diagnóstico adequado, plano de tratamento mais previsível e resultado final melhor. Estudiosos e profissionais de todo o mundo recomendam a ferramenta por entenderem as limitações das imagens 2D, que não contemplam o diagnóstico de muitos problemas dentofaciais, que envolvem uma “terceira dimensão”.