Pessoas com deficiência visual contam com atendimento especializado no Espírito Santo

Por Soraia Camata

Nesta segunda-feira (08), em que se comemora o Dia Nacional do Sistema Braille, a Secretaria de Estado da Educação (Sedu) destaca um importante trabalho voltado às pessoas que utilizam essa ferramenta. Trata-se do Centro de Apoio para Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual (CAP), onde são realizados atendimentos especializados e individuais.

O trabalho no CAP é realizado por professores e é voltado para a pedagogia escolar e melhoria da qualidade de vida dos cegos. Para a professora de Braille, Edilse Bittencourt, a leitura é uma forma de libertação. “A leitura nos permite viajar, é muito libertador. E os deficientes visuais precisam, também, dessa oportunidade. O Braille veio para isso”, disse.

Durante o atendimento, os deficientes contam com aulas de leitura e escrita em braille, música, canto, orientação, mobilidade e estimulação. Leoneida Ladeira, professora de Orientação e Mobilidade, contou sobre os atendimentos. “Nós vamos adaptando conforme a necessidade de cada pessoa que nos procura. Isso depende muito da segurança, equilíbrio e confiança do deficiente que está sendo atendido”, disse.

Para participar dos atendimentos basta procurar o apoio, que funciona na Escola Estadual Desembargador Carlos Xavier Paes Barreto, em Vitória, de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h. O serviço é gratuito e destinado a pessoas com deficiência visual, sendo cegas ou com baixa visão.

Evelyn de Araújo Penha, de 10 anos, é uma das crianças atendidas. A mãe, Antônia Soares, relata que com no CAP, a filha se tornou muito mais independente. “A Evelyn é muito evoluída, não só na mobilidade, mas também na escrita e na fala. Em casa ela anda por tudo sozinha e sabe se virar muito bem”, contou Antônia, que leva a filha ao CAP toda quinta-feira há mais de dois anos.

O diretor da unidade escolar, Marco Aurélio Villela, falou sobre o trabalho. “O CAP é um instrumento muito poderoso, como forma de política pública. Além disso, é acessível a todos, seja aluno da rede estadual ou não. Temos aqui um trabalho completo”, expôs o diretor.

Serviço

Centro de Apoio Pedagógico para Pessoas com Deficiência Visual (CAP)

Local: Escola Desembargador Carlos Xavier Paes Barreto – Avenida Leitão da Silva, s/n, Praia do Suá, Vitória

Telefone: (27) 3137-3589