O Espírito Santo registrou mais de 2 mil crimes cibernéticos durante todo o ano de 2018. Em 2019, só nos três primeiros meses, já foram 600 ocorrências de crimes praticados. O levantamento da Polícia Civil aponta que estelionato, pedofilia, ameaça, difamação e injúria estão entre os principais crimes cometidos na internet.

Ainda conforme o levantamento, por dia, cerca de 15 casos de denúncias do tipo são registrados somente na Delegacia de Repressão aos Crimes Eletrônicos, em Maruípe, Vitória.

Segundo o delegado especializado em crimes cibernéticos, Brenno Andrade, os criminosos mudaram a maneira de agir e veem na internet um meio fácil para praticar crimes.

No mundo virtual é mais comum a delegacia registrar crimes de estelionato, que são aqueles cometidos através de plataformas de venda. É preciso desconfiar de ofertas e de tudo aquilo que é oferecido de maneira fácil“, disse o delegado.

O estelionato virtual é praticado muitas vezes por pessoas que têm um vasto conhecimento na área de informática. Em alguns casos, eles usam vírus ou clonagem de sites.

O objetivo é fazer com que o usuário acesse a página. Nesse momento, os criminosos passam a ter acesso a dados. Uma médica de 60 anos, que prefere não ser identificada, foi vítima do golpe.

É necessário estar ligado contra mensagens e links desconhecidos no celular — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Recebi uma notificação no Facebook dizendo que eu tinha cometido uma violação às normas da rede social e que era para eu verificar minha segurança. Quando cliquei, veio uma mensagem, que era como se eu estivesse fazendo um download de um arquivo, dizendo: copiando senha, copiando e-mail, copiando aplicativos. Minha secretária, que nos meus contatos está como secretária o nome, recebeu três ligações onde pediam a ela meus dados. Ela achou estranho e não passou as informações“, explicou a médica.

Falta de estrutura

Com o objetivo de propor melhorias para que investigadores da Polícia Civil tenham uma melhor estrutura para apurar as denúncias relacionadas a crimes cibernéticos, o deputado estadual Vandinho Leite (PSDB) desenvolveu uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales).

Vamos passar para o governo algumas solicitações de equipamentos técnicos para melhorar a vida dos profissionais que trabalham na delegacia. Queremos que eles tenham mais resolutividade nas ocorrências. Pretendemos também melhorar alguns outros pontos com relação a pessoal e estrutural“, pontuou Vandinho Leite.

Fique atento

O delegado Brenno Andrade diz que os órgãos de segurança pública possuem equipes qualificadas para lidar com a questão e dá dicas para quem não quer cair em golpes.

Se você tomar medidas de não clicar em qualquer link, se receber uma notícia falsa, confira na internet, veja se essa notícia é verdade, nunca clique no link sem conhecer. Com essas medidas básicas você impede e muito de ser vítima de crimes nesse espaço. Instale um antivírus confiável também“, concluiu.