Deputado Euclério Sampaio denuncia Máfia da Saúde no Espírito Santo

Uma das denúncias mais graves das últimas décadas no Parlamento Capixaba vem do deputado estadual Euclério Sampaio (PSDC). Ele denuncia o que chama de “Máfia da Saúde”, que, segundo o deputado, é sustentada pelo ex-governador Paulo César Gomes Hartung, sob o comando do empresário médico Libório Mule Júnior, a quem dá a alcunha de “Pablo Escobar da Saúde” no Espírito Santo, conectado com esquemas de fraudes no Rio de Janeiro. Ele acredita em desvio de milhões.

Da tribuna da Assembléia Legislativa, o deputado foi enfático: “Há um ano eu denuncio o esquema nas OS`s, terceirização de serviços, montado no governo anterior. Nós temos o “Escobar da Saúde” no Espírito Santo que não é ligado ao narcotráfico, mas muito pior, porque mata pessoas com o roubo praticado, com apoio institucional. É uma quadrilha que está espalhada nos hospitais conveniados com o Estado através de terceirização criminosa“, denuncia.

OS`s é um tipo de ONG, organização não governamental, pela qual, segundo o parlamentar, hospitais recebem verbas públicas para prestar serviços terceirizados e “surrupiarem o dinheiro em esquema mafioso, matando pessoas incontáveis pelo Espírito Santo afora. Estamos denunciando para ajudar o novo governador Renato Casagrande (PSB) que já cancelou vários outros convênios denunciados por nós em outras áreas, todos fraudados com a leniência do governador anterior“, explica.

Sobre a Máfia da Saúde, Euclério Sampaio disse que continuará denunciando e investigando e espera do Governo do Estado o rompimento com esse esquema engatilhado pelo governo anterior e salvar os hospitais e a população desse “ladrões do dinheiro público e assassinos de pessoas carentes no Espírito Santo. Vou dar mais detalhes desse esquema em breve. Esse pessoal tinha de estar na cadeia“, conclui o deputado destemido.

Com informações da folhadoes