Câncer é a segunda maior causa de morte entre os capixabas

As causas para o surgimento do câncer podem ser as mais variadas possíveis, desde motivos externos – como o ambiente, costume ou hábitos que o indivíduo possui – até fatores internos, como características geneticamente predeterminadas. O câncer é a segunda maior causa de morte entre os capixabas desde o ano de 2015 e para este ano (2019), o Instituto Nacional do Câncer (INCA) fez uma estimativa de que mais 11541 novos casos da doença. O instituto estima de 6.110 casos atinjam os homens e 5.430 sejam em mulheres.

Cânceres mais comuns 

A Secretaria Estadual de Saúde (SESA) enumerou os cinco tipos mais comuns em homens: próstata (24,7%), traqueia, brônquio e pulmão (6%), cólon e reto (5,4%) e boca (5,1%). Já entre as mulheres, os mais comuns são o câncer de mama (20,8%), cólon e reto (7,4%), colo do útero (4,6%), traqueia, brônquio e pulmão (3,9%) e estômago (2,3%).

“Estima-se que 40% dos casos de câncer poderiam ser evitados com mudanças no estilo de vida. Adotar hábitos saudáveis, evitando a exposição a fatores de risco, é a principal maneira de se prevenir contra a doença. Os principais fatores de risco são tabagismo, alimentação não saudável e ingestão de bebidas alcoólicas. Radiação, infecções, exposição ocupacional a agentes cancerígenos e sedentarismo”, disse a médica oncologista, Wesley Vargas Moura.

Diversos estudos já comprovaram as evidências entre o excesso de peso e o surgimento de alguns tipos de canceres, como o de cólon, reto, mama, ovário e próstata. “Cuidar da alimentação é fundamental, é um ponto que merece atenção, pois evita não só o câncer, mas diversas outras doenças”, completou.

O médico também ponderou sobre a importância da realização dos exames de rotina. “O objetivo é detectar o câncer nas fases iniciais, aumentando as chances de cura”, disse.

Com 92 anos, Mario Moreira conta que já teve câncer de próstata, diagnosticado quando ele tinha 80 anos. “Como ia ao médico de maneira preventiva, o câncer foi diagnosticado no início e foi totalmente curado. Foi um momento ruim a descoberta, mas já se passaram 12 anos e fiquei livre por ter agido de maneira preventiva”, disse o aposentado.

Origem do Dia Mundial de Combate ao Câncer

O Dia Mundial de Combate ao Câncer foi criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para que organizações ao redor do planeta se reúnam em prol da prevenção dos vários tipos de câncer, além de dar força aos pacientes que lutam contra esta doença.