Bolsa TCC no ES: até quem trabalha pode se inscrever

É muito difícil um edital de fomento destinar bolsa até para quem tem alguma fonte de renda, como trabalho ou estágio. Mas uma chamada inédita da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) também está aberta para os que estão nessa situação. Trata-se do Bolsa TCC, que recebe até 26 de abril propostas relacionadas ao empreendedorismo e à inovação.

Edital 001/2019 foi lançado para apoiar Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs) voltados ao empreendedorismo. Esta é a primeira vez que a autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) está com inscrições abertas para selecionar os trabalhos finais de graduação.

Apesar de valer para quem já trabalha ou faz estágio, não serão aceitas inscrições dos já beneficiados por outro tipo de bolsa. “Não permitimos acúmulo desses auxílios. Quem é bolsista de iniciação científica, de extensão ou de apoio técnico, por exemplo, não está apto a concorrer. Mas, se a pessoa é assalariada, independentemente, do tipo de vínculo, pode se cadastrar no nosso sistema e enviar sua proposta”, explicou Luciana de Paiva, gerente de Desenvolvimento e Inovação, que também está respondendo pela Diretoria Técnico-Científica e de Inovação da Fapes.

Por meio do Bolsa TCC, a Fundação está destinando R$ 800 mil para duas chamadas que vão selecionar 200 bolsistas em cada etapa. A primeira já está aberta e a segunda será realizada entre 26 de agosto de 4 de outubro. Quem for escolhido pode receber o auxílio por um período de até cinco meses.

Os interessados devem submeter as propostas à Fapes, por meio do Sistema de Informação e Gestão (SigFapes). É necessário estar cursando o penúltimo ou último semestre, além de estar devidamente matriculado na disciplina do TCC ou projeto de graduação, e com orientador já definido.

Acesse:
Edital 01/2019 – Apoio a Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs)
SigFapes