Morreu no início da tarde de segunda-feira (11/03/2019), o vereador Ronildo Rodrigues dos Santos (PHS), mais conhecido por Maia, ele que era de São José do Divino, no Vale do Rio Doce. O parlamentar sofreu um atentado no último domingo (10) quando estava em uma fazenda. Maia foi atingido por três disparos de arma de fogo, um tiro acertou o braço e dois no peito.

O vereador foi encaminhado para o posto de saúde local e depois para o Hospital Municipal de Governador Valadares. Ele chegou em estado gravíssimo após os ferimentos e não resistiu aos ferimentos.

Jovem de 18 anos foi preso

Ainda no domingo, um jovem de 18 anos foi preso suspeito de ter efetuado os disparos contra o vereador. De acordo com a Polícia Militar, o jovem teria confessado que foi contratado para matar o parlamentar, recebendo R$ 2 mil pelo crime.

O autor revelou ainda que dois homens, de 27 e 37 anos, foram os responsáveis por encomendar o crime; afirmou ainda que ouviu uma conversa entre os contratantes que indicavam outro vereador, Marcus Vinícius Lima (PPS), conhecido como Carioca, como mandante do crime.

Segundo relato do jovem, a motivação do crime seria passional, pois a mulher do mandante teria tido um relacionamento extraconjugal com a vítima. O vereador Carioca se apresentou voluntariamente no quartel da PM e negou envolvimento no caso, bem como afirmou confiança na fidelidade da esposa.

Veja mais 

Além do jovem apontado como autor, também foram presos o homem de 37 anos que encomendou o crime e ainda um jovem de 24 anos, que foi acusado de esconder a arma utilizada no atentado, que ainda não foi encontrada. O suspeito de 27 anos ainda não foi localizado. O caso será investigado pela Polícia Civil.