Polícia diz que vai pedir prisão do pai de suspeito de agredir namorada no Espírito Santo

A Polícia Civil do Espírito Santo disse que vai pedir a prisão temporária do pai do suspeito de agredir a namorada Jane Cherubim, de 36 anos, e deixá-la desfigurada. O namorado, Jonas Amaral, já tem mandado de prisão em aberto, mas ainda não foi encontrado. A previsão é que a vítima seja ouvida ainda nesta sexta-feira (8) no hospital em que está internada, em Minas Gerais.

Jonas Amaral: companheiro da vítima e principal suspeito da tentativa de feminicídio. Ele está sendo procurado pela polícia — Foto: Divulgação/Rede Social
Jonas Amaral: companheiro da vítima e principal suspeito da tentativa de feminicídio. Ele está sendo procurado pela polícia — Foto: Divulgação/Rede Social

Em nota, a Polícia Civil não detalhou por que vai pedir a prisão do pai de Jonas. Mas, de acordo com o advogado da vítima, Bruno Gaspar, o homem ajudou o filho a fugir e modificou a cena do crime.

O caso segue sob investigação da Delegacia Regional de Alegre, com apoio da Polícia mineira, já que o suspeito residia em Espera Feliz-MG. A Polícia conta com a colaboração da população e qualquer contribuição para identificação de suspeitos podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br. O sigilo e anonimato são garantidos.

Dia da Mulher

Ainda internada, Jane Cherubim usou o Dia da Mulher para mandar uma mensagem, através do irmão. Segundo Salvador Cherubim, Jane orientou as mulheres a não confiarem nos homens. O suspeito do crime, Jonas Amaral, é procurado pela polícia.

De acordo com os familiares, Jane já abriu os olhos, se olhou no espelho pela primeira vez após a agressão, já consegue se alimentar e falar um pouco. Neste Dia da Mulher (8), ela pediu que o irmão levasse o recado às mulheres. Ainda muito abalada, ela disse à família que confiou no namorado porque era “tratada como uma rosa”.

O caso

O crime aconteceu na madrugada de segunda-feira (4), após Jane e o namorado Jonas Amaral saírem de um bar onde trabalhavam temporariamente, em Pedra Menina, interior de Dores do Rio Preto, no Caparaó capixaba. Ao invés de seguirem para Espera Feliz (MG), onde moram, o homem tomou a direção contrária com o carro.

Jane foi encontrada pelos irmãos espancada e abandonada em uma estrada na localidade de Pedra Menina, em Dores do Rio Preto, no Sul do Espírito Santo. O suspeito das agressões é o namorado dela, Jonas Amaral, que está foragido.

A principal linha de investigação é passional. Familiares de Jane disseram que a vendedora nunca reclamou de atitudes do namorado e que Jonas se dava bem com todos, mas que ele tinha ciúmes dela.

Os irmãos de Jane passaram quase três horas procurando por ela, na madrugada de segunda, ao perceberem que o casal não tinha voltado para Espera Feliz.

Lesões

O médico José Anchieta Pereira, que acompanha Jane na Casa de Caridade de Carangola, contou que ela segue internada na unidade e o estado de saúde é estável. Ele explicou as lesões da vítima.

“No caso dela foi um trauma crânio encefálico grave. Ela chegou muito machucada, com a face desfigurada. A gente fez os procedimentos de urgência para estabelecer a respiração, o equilíbrio hemodinâmico para mantê-la viva. Hoje ela se encontra normal, muito triste pelo acontecido, mas ela não teve fratura nenhuma no corpo só teve esse problema na cabeça”, explicou José.

Jane Cherubim — Foto: Divulgação/Rede Social e Polícia Militar
Jane Cherubim — Foto: Divulgação/Rede Social e Polícia Militar

Investigação

O irmão de Jane, Cleiton Cherubim, informou que ela, na manhã desta sexta-feira (8), ainda não tinha prestado depoimento. Apesar de estar falando e se alimentado, ainda não existe previsão para esse depoimento acontecer.

O casal estava junto há um ano e meio. Em depoimento à polícia, o irmão de Jane, Salvador, disse que ela nunca se queixou do namorado, mas que ele tinha muito ciúmes.

“Não temos mais dúvidas de autoria, lógico que tem alguns detalhes, nuances para serem resolvidos, investigados. Contamos com apoio da população que se tiver alguma novidade, contate através do 181 e 147, Polícia Militar e qualquer informação que possa ajudar na captura do acusado”, disse o delegado da cidade de Alegre, Ricarte Teixeira.

Jonas Amaral e Jane Cherubim — Foto: Reprodução/Redes Sociais
Jonas Amaral e Jane Cherubim — Foto: Reprodução/Redes Sociais