Pesquisa aponta que sono dos pais só é recuperado 6 após nascimento do filho

Um estudo comprovou que o sono dos pais só retorna à qualidade e quantidade anteriores após seis anos de nascimento do primeiro filho. Segundo a pesquisa, as mães são as mais afetadas. Aos três meses após o parto, que é o pior nível, elas tinham um sono com nível de satisfação 1,81 menor (pontuação que poderia variar de 0 a 10) e duração de 62 minutos a menos. A amamentação foi associada com uma ligeira diminuição na satisfação do sono materno (0,72 pontos) e duração (14 minutos).

Já os pais tinham esse nível de satisfação 0,37 pontos menor, e 13 minutos a menos de duração, em média.

Tanto nas mulheres quanto nos homens, a satisfação e a duração do sono não se recuperaram totalmente por até 6 anos após o nascimento do primeiro filho. O estudo foi feito com 2541 mães e 2118 pais e liderado por cientistas da Universidade de Warwick, na Inglaterra.

Com informações do Minha Vida/ Portal R7!