A onda de calor que assola toda a região sudeste do país acaba levando muitos a se utilizarem de aparelhos de ar condicionado, no sentido de amenizarem as altas temperaturas do dia. Em Barra de São Francisco, mais especificamente nas salas de aula do Colégio João Bastos, unidade de ensino pertencente ao município, alguns pais de alunos, resolveram  denunciar a falta de equipamentos, como ar condicionado, presente em muitas escolas municipais, mas que ali, infelizmente não existem.

Segundo o vereador Huander Boff que foi recebido pela coordenação da escola, as salas de aula localizadas no piso superior, são as que mais sofrem, já que um telhado anexo, liga a quadra esportiva com o complexo de salas, disponibilizadas aos alunos.

“Olha é realmente de se preocupar, visto que ali naquele telhado feito de folhas de zinco, recebe o calor do sol praticamente o dia inteiro e esta caloria é direcionada para as salas de aula, gerando desconforto total em alunos e professores”, disse o parlamentar.

Huander Boff acrescentou que os professores tentam superar o calor buscando comandar a sala, dos corredores daquela unidade de ensino, mas, os alunos não tem como amenizarem as altas temperaturas registradas naquele local.

O fato se agravou neste período letivo de 2019, já que anteriormente, o município havia cedido parte das instalações para o Ifes. Como o Instituto Federal do ES mudou sua estrutura para o bairro Irmãos Fernandes, cujas dependências o aluguel será com subsídios da Prefeitura Municipal, os aparelhos de ar condicionado, foram retirados do João Bastos.

O vereador Huander criticou a situação e sobre a retirada dos equipamentos, lamentou que não tenha sido registrado em documento, a cessão das benfeitorias feitas no colégio pelo Ifes. “Até então, havia um comentário de que as instalações dos equipamentos seriam cedidas ao Ifes e este em troca, deixaria toda a benfeitoria realizada no local”, pontuou o parlamentar que encerrou afirmando que buscará junto a Secretaria Municipal de Educação, uma solução para o problema.

 Texto: Assessoria da Câmara Municipal