Na Grécia, jovem fica cega após tomar drink de vodka com metanol em boate

Uma jovem ficou cega e perdeu os rins após ingerir vodca misturada com metanol, durante uma festa em boate na Grécia. Hannah Powell, de 23 anos, não sabia que a substância perigosa havia sido misturada à bebida.

No dia seguinte da festa, ela não parava de vomitar. Os rins de Hanna entraram em colapso e ela ficou cega. Ela conta que só percebeu que tinha perdido a visão quando acordou no quarto do hotel achando que as luzes estavam apagadas.

Ela sugeriu para os amigos que abrissem as cortinas, mas eles responderam que as cortinas já estavam abertas. Ela achou que eles estavam brincando e se levantou para abri-las. E foi nesse momento que ela se deu conta que estava cega e entrou em desespero.

Hanna foi levada ao hospital da ilha de Zakynthos antes de ser transferida para uma ilha maior da Grécia. Ela estava tão confusa e delirante que pensou estar sendo sequestrada. Ao chegar no hospital, os exames confirmaram. A jovem havia ingerido metanol. Haviam servido a ela, num bar, vodca falsificada, misturada à substância tóxica. Os amigos, que tinham bebido a mesma coisa, chegaram a passar mal e sentir dores no estômago, mas os sintomas passaram.

Sem os rins, ela precisou passar 18 meses fazendo hemodiálise, até receber um órgão doado pela mãe. Hannah conta que, no início, via tudo “completamente preto”. Depois de um tempo, passou a enxergar tudo “muito embaçado”. A jovem diz que se esforça para fazer as coisas sozinha e que espera receber um cão-guia para ganhar maior independência.