Após morte do marido, capixaba descobre que carro foi usado para pagar dívida

‘Achei que tinha sido roubado’, diz viúva que perdeu carro para boate após dívida do marido

Após três meses de busca, uma mulher, moradora de Cariacica, finalmente encontrou seu carro que, segundo ela, teria sumido após ela ter emprestado o veículo para o marido.

Ao chegar em casa, o homem teria dado uma desculpa de que o carro teria sido roubado. No mesmo dia, ele saiu de casa em um táxi para visitar um amigo em Campo Grande, também em Cariacica, mas acabou sendo assassinado com 15 tiros.

Três meses depois, ela descobriu que, na verdade, o veículo foi usado pelo companheiro para pagar uma dívida de R$ 7 mil, deixada em uma boate de Cariacica. O automóvel foi levado para a Delegacia Regional do município na segunda-feira (11), quando a mulher ficou sabendo de toda a história.

O caso aconteceu no dia 5 de dezembro do ano passado. O homem teria ido ao estabelecimento, localizado em Alto Lage, e passado uma noite regada a bebidas caras, além de ter contratado o serviço de cinco dançarinas.

No entanto, na hora de pagar a conta, ele ficou sabendo que a dívida era de R$ 7 mil. Sem o dinheiro, ele resolveu deixar o carro da esposa como garantia e prometeu voltar à boate para quitar a dívida e buscar o veículo.

Sem saber da verdadeira história, a mulher sepultou o companheiro e registrou um boletim de ocorrência. Para os policiais, ela contou que achava que o carro havia sido roubado.

Somente na segunda-feira, depois de três meses, o veículo foi finalmente encontrado pela Polícia Militar. Ao seguir para a delegacia para buscar o veículo, a viúva descobriu toda a verdade.

O casal estava junto há 16 anos e possui uma filha de 14. Um parente da mulher, que esteve na delegacia na manhã desta terça-feira, contou que ela não quer mais o carro e que o veículo deverá ser vendido.

Com informações da repórter Suellen Araújo, da TV Vitória/Record TV