Após denúncia, a Polícia Civil apreendeu 2 mil comprimidos de ecstasy em encomendas em duas agências dos Correios na Grande Vitória.

A primeira apreensão aconteceu na última sexta-feira (22), em Vila Velha. Na ocasião, a polícia encontrou 1.5 mil comprimidos com um suspeito, identificado como Lucas Dias Miranda, de 28 anos, que foi detido. A segunda apreensão, de mais 500 comprimidos, aconteceu na terça-feira (26).

O titular do Departamento Especializado em Narcóticos (Denarc), Alberto Roque, acredita que Lucas esteja recrutando pessoas para buscarem as encomendas. Segundo o delegado, Lucas diz que vai abrir uma loja e que as encomendas são mercadorias para o estabelecimento.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, pelo menos duas encomendas com a droga foram enviadas para o Espírito Santo. Uma delas, de Curitiba, no Paraná e outra de Santa Catarina. A denúncia de envio de entorpecentes foi feito pelos Correios. A polícia continua investigando o caso, para saber como a droga chega ao estado e se envios de droga são feitos do Espírito Santo para outros lugares.

Por meio de nota, os Correios informaram que a empresa desenvolve políticas rígidas de segurança e realiza operações diárias de fiscalização. Quando são identificados objetos proibidos no tráfego postal (como simulacros, animais e drogas), eles são retidos e as autoridades competentes são acionadas. Em alguns casos, a entrega do objeto suspeito ao destinatário é solicitada pela própria polícia, para configurar prova em processo de investigação.