Em jogo polêmico, Real Noroeste vence Estrela do Norte e assume liderança isolada do Capixabão

Num verdadeiro “choque de líderes” do Campeonato Capixaba 2019, deu Real Noroeste sobre o Estrela do Norte. Os Merengues derrotaram o Gigante do Sul no Estádio Sumaré, por 1 a 0, e se tornaram líderes de forma isolada da competição. O gol da partida foi marcado pelo meia Felipe Linhares, ainda no 1º tempo.

Aos estrelenses sobrou muita reclamação das marcações do árbitro Edmar Lanea e seus assistentes em Cachoeiro de Itapemirim. Dois possíveis pênaltis e um gol anulado causaram a fúria de torcedores, comissão técnica e jogadores do Estrela do Norte.

Esta foi a primeira derrota do Estrela no Capixaba 2019, enquanto que o Real Noroeste segue com 100% de aproveitamento na competição. Pela 4ª rodada, as duas equipes voltam a campo neste final de semana, com ambas atuando fora de casa.

Num verdadeiro “choque de líderes” do Campeonato Capixaba 2019, deu Real Noroeste sobre o Estrela do Norte. Os Merengues derrotaram o Gigante do Sul no Estádio Sumaré, por 1 a 0, e se tornaram líderes de forma isolada da competição. O gol da partida foi marcado pelo meia Felipe Linhares, ainda no 1º tempo.

Aos estrelenses sobrou muita reclamação das marcações do árbitro Edmar Lanea e seus assistentes em Cachoeiro de Itapemirim. Dois possíveis pênaltis e um gol anulado causaram a fúria de torcedores, comissão técnica e jogadores do Estrela do Norte.

Esta foi a primeira derrota do Estrela no Capixaba 2019, enquanto que o Real Noroeste segue com 100% de aproveitamento na competição. Pela 4ª rodada, as duas equipes voltam a campo neste final de semana, com ambas atuando fora de casa.

O GOL

O único gol da partida foi marcado logo aos seis minutos do 1º tempo. O atacante Vitinho fez bela jogada e chutou a bola na trave. No rebote, Felipe Linhares escorou e definiu o placar para o Real Noroeste.

ESTRELENSES NA BRONCA COM A ARBITRAGEM

Tanto no 1º quanto no 2º tempo o torcedor do Estrela reclamou das marcações da arbitragem. Na etapa inicial, o árbitro Edmar Lanea teria deixado de marcar dois pênaltis para o Gigante do Sul, em lances de bola na mão dentro da área. E no fim da partida, após gol de cabeça do zagueiro Tayson, que empataria a partida, aos 50 minutos, a arbitragem assinalou impedimento. Após o apito final, das arquibancadas do Sumaré ecoaram gritos de “vergonha” contra o quarteto de arbitragem.

Com a vitória, o Real Noroeste fica isolado na liderança da competição, com nove pontos ganhos em três jogos. Já o Estrela do Norte fica na 2ª posição, com seis.

O Estrela do Norte volta a campo no próximo sábado, quando enfrenta o Vitória-ES, às 16h, no Estádio Salvador Costa, em Bento Ferreira. Já o Real Noroeste também joga fora de casa na 4ª rodada, quando vai até Venda Nova do Imigrante enfrentar o Rio Branco VN. A partida acontece no domingo, às 16h, no Olímpio Perim.